UMinho encerra campus em Braga após confirmação de aluno com Coronavírus
Quinta-feira , Outubro 22 2020 Periodicidade Diária nº 2612
Principal / Educação / UMinho encerra campus em Braga após confirmação de aluno com Coronavírus

UMinho encerra campus em Braga após confirmação de aluno com Coronavírus

A Universidade do Minho emitiu ontem, dia 7 de março, um comunicado onde avisa que um aluno desta instituição encontra-se infetado pelo vírus COVID-19. Neste sentido, a instituição decidiu encerrar o campus de Gualtar por uma questão de prevenção.

Cerca de 180 outros estudantes estão também a ser contactados e monitorizados pelas autoridades de saúde por terem frequentado as mesmas aulas do aluno infetado.

A nota refere, ainda, que foram estabelecidas as seguintes regras para a prevenção e o controlo do novo vírus, estabelecendo as recomendações da Comissão de Elaboração e Gestão do Plano de Contingência Interno COVID-19:

  • Não são autorizadas, a partir de hoje, deslocações em serviço;​
  • São suspensas as deslocações em serviço que tenham sido previamente autorizadas;​​
  • É encerrado o edifício do Instituto de Ciências Sociais (Edifício 15 do campus de Gualtar);​
  • São suspensas as atividades pedagógicas no campus de Gualtar;​
  • São encerrados os serviços de bibliotecas e as unidades alimentares no campus de Gualtar;​
  • São suspensos os eventos e atividades desportivas no campus de Gualtar;​​
  • É suspensa a realização de conferências, seminários, cerimónias e eventos de natureza similar no campus de Gualtar;​
  • Professores, investigadores, trabalhadores técnicos, administrativos e de gestão e estudantes oriundos de países com casos confirmados de Covid-19 devem voluntariamente submeter-se a um período de quarentena, de 14 dias, após a sua chegada ao país;​
  • O modo de funcionamento das unidades de serviços da Universidade, dos Serviços de Ação Social e dos serviços das unidades orgânicas, com atividade no campus de Gualtar, será fixado até ao final do dia 8 de março, sendo o mesmo posteriormente comunicado aos respetivos trabalhadores;
  • Até que se encontrem disponíveis soluções de desinfeção para colocação ao lado dos terminais de leitura biométrica para controlo de assiduidade, está suspensa a utilização destes equipamentos. O controlo e validação de assiduidade no período em que estiver suspensa a utilização dos referidos terminais será feita pelo respetivo superior hierárquico direto.​