Quinta-feira, Abril 15, 2021
18.9 C
Braga
InícioBragaTrituradas 106,20 toneladas de resíduos agrícolas e florestais em Braga

Trituradas 106,20 toneladas de resíduos agrícolas e florestais em Braga

CM Braga

Foram trituradas 106,20 toneladas de resíduos agrícolas e florestais no concelho de Braga. O Município de Braga, através do projeto “Cuidar Braga”, disponibiliza gratuitamente a utilização de biotrituradores para a eliminação de sobrantes agrícolas, florestais e de jardinagem. Este equipamento tritura os sobrantes, reduzindo-os a estilha, podendo posteriormente ser espalhada pelo terreno ou reaproveitada em compostagem, cobrimento do solo ou outras utilizações agrícolas ou de jardinagem.

Desde o início deste projeto, foram já realizadas 53 triturações, respondendo a solicitações efetuadas pelos munícipes ou entidades de 19 freguesias do concelho. O serviço de utilização do biotriturador perfez até ao momento um total de cerca de 177 horas de trabalho e cerca de 106,20 toneladas de resíduos agrícolas e florestais triturados. Com este serviço estima-se que tenha sido evitada a emissão de cerca de 167,80 kg de CO2.

“O uso do fogo encontra-se associado a várias práticas agrícolas e florestais. No entanto, são vários os casos em que estas atividades se descontrolam e originam grandes incêndios com graves consequências ecológicas e socioeconómicas. Urge promover uma alteração de comportamentos na sociedade de modo a que a eliminação de sobrantes agrícolas e florestais seja realizada com menor utilização do fogo, utilizando outras técnicas, nomeadamente a trituração (destroçamento) dos sobrantes”, sublinha a Autarquia de Braga.

Proteção de pessoas e bens começa na gestão dos combustíveis 

protecção de pessoas e bens dos incêndios rurais começa na gestão dos combustíveis, tendo o Município, no último ano, analisado um total de 347 processos de praticamente todas as freguesias do concelho, dos quais 143 são enquadráveis no âmbito do decreto-lei nº 124/2006, de 28 de Junho na sua redação atual. Grande parte dos proprietários dos terrenos, após um primeiro contacto por parte do Município, procederam à execução da faixa de gestão de combustível de 50m em torno das edificações. Os restantes proprietários foram notificados a promover a execução das faixas de gestão e em caso de reiterado incumprimento procede-se à execução coerciva.

Conjugadas todas as ações de gestão de combustíveis realizadas por particulares, o Município e outras entidades públicas, foram executados cerca de 80 ha de Faixas de Gestão de Combustível.

No reforço da resiliência do território municipal aos incêndios rurais, a gestão e manutenção das infraestruturas de Defesa da Floresta Contra Incêndios assumem um papel “crucial”, tendo em 2020 sido beneficiados 39 caminhos florestais, totalizando 46 619,6 km de extensão. Este ano serão realizadas as operações de manutenção destes 39 caminhos e a beneficiação de dois novos caminhos que passarão a incorporar a lista de caminhos de manutenção anual. No que respeita ao apoio aos meios aéreos de combate a incêndios rurais, foram beneficiados três Pontos de água.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS