Quarta-feira, Agosto 10, 2022
22.2 C
Braga
InícioBragaRicardo Rio é um dos signatários da “Carta de Lampedusa”

Ricardo Rio é um dos signatários da “Carta de Lampedusa”

© CM Braga

O presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, é um dos signatários da “Carta de Lampedusa”, um documento orientador para as políticas de acolhimento e coesão e que define a visão de governo para as políticas de mobilidade humana e a agenda da paz promovida pela UCLG – United Cities and Local Governments, no Mediterranean Urban Migration Forum, encontro que hoje se realizou em Sevilha e que juntou atores políticos de todo o mundo.

No âmbito do processo de cocriação da Carta de Lampedusa, esta sessão explorou as articulações entre a visão de governo municipal da mobilidade humana e a problemática dos migrantes. A discussão deu especial atenção ao papel da juventude e da solidariedade territorial, como motores de uma nova governação para a migração que inclua e beneficie todas as pessoas e territórios.

Na sua intervenção, Ricardo Rio defendeu uma visão estratégica integrada de respostas à crise de migração em duas dimensões distintas, a dimensão política e a dimensão prática, dando como exemplo as políticas publicas adotadas na gestão municipal de Braga.

“Importa olhar para o problema e transformá-lo em oportunidade. É isso que temos feito com sucesso. Devemos olhar de uma outra perspetiva para a questão da migração. E ter uma visão de território sobre ela. Quem chega aos nossos territórios pode representar uma oportunidade e um ativo fundamental. As pessoas migrantes, em especial as mais jovens, podem representar uma mais-valia importante na nossa sociedade, desde que se criem mecanismos para tal”, defendeu o Autarca de Braga, que é também um dos Embaixadores da iniciativa “Talento on the Move” da UNICEF.

Sob o ponto de vista prático e dando o exemplo de algumas das políticas já implementadas, Ricardo Rio ressalvou a importância da mobilização coletiva de todos os agentes da sociedade civil, oferecendo condições para um acolhimento pleno dos cidadãos migrantes, com soluções habitacionais, profissionais ou educacionais. “Olhamos para estas pessoas que nos procuram e que nos escolhem como um potencial destino, como apoio para uma nova vaga de crescimento”, explicou o Edil, defendendo que “poderão ser sinónimo de integração e de crescimento das nossas economias e dos nossos territórios, desde que sejam implementadas políticas públicas de bem-estar para todos”.

Recorde-se que o presidente da Câmara Municipal de Braga participou recentemente, no World Migration Forum, em Nova Iorque, onde apresentou os exemplos das políticas de integração implementadas no Concelho de Braga.

Lampedusa

A ilha de Lampedusa é frequentemente local de desembarque de refugiados vindos do norte de África. Todos os meses, centenas de imigrantes desembarcam nesta ilha italiana que, de paraíso turístico, passou a ser foco de uma verdadeira crise humanitária.

A ilha de Lampedusa tornou-se um importante ponto para refugiados, sobretudo provenientes de África e das regiões de conflitos, alimentados pelo sonho de ter uma vida melhor na Europa. Com isso, a Ilha de Lampedusa tornou-se uma espécie de ponte entre os continentes europeu e africano.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS