PS Braga congratula-se com a classificação da Fábrica Confiança como Monumento de Interesse Público
Quarta-feira , Dezembro 2 2020 Periodicidade Diária nº 2653
Principal / Braga / PS Braga congratula-se com a classificação da Fábrica Confiança como Monumento de Interesse Público

PS Braga congratula-se com a classificação da Fábrica Confiança como Monumento de Interesse Público

O PS Braga veio a público congratular-se com a recente classificação da Fábrica Confiança como Monumento de Interesse Público.

“No momento em que foi publicada a portaria que classifica a Saboaria e Perfumaria Confiança como Monumento de Interesse Público, a Concelhia de Braga do Partido Socialista saúda efusivamente todos quantos se uniram em torno da defesa do edifício, impedindo que a Câmara destruísse este património”, disse Artur Feio, presidente da Comissão Política Concelhia do PS Braga e vereador na Câmara Municipal.

Em comunicado, o socialista realça que “o PS, que desde a primeira esteve ao lado daqueles, e muitos foram, que se opunham à destruição do histórico edifício, não quer deixar passar a oportunidade para sublinhar a relevância da participação cívica para a resolução dos problemas da comunidade. Nesse sentido, congratula-se com a valiosa e determinada ação que a Plataforma Salvar a Fábrica Confiança desenvolveu no sentido de salvaguardar este último testemunho do património industrial da cidade”.

Os socialistas de Braga congratulam-se com a posição da Direção-Geral do Património Cultural, que considera que, quer o edifício, quer o espólio ainda existente representa “o último testemunho bracarense de um património do qual existem cada vez menos vestígios” e que “a sua dimensão histórica e social não se esgota na história da industrialização da cidade, e nem sequer no período oitocentista, mas respeita a todo o Norte de Portugal, e a uma cronologia que se alarga, provavelmente, a épocas bem mais remotas, havendo razões para acreditar que no local ainda se conserva parte da Via Romana XVII, que ligava Braga a Astorga”.

Por fim, Artur Feio acrescenta que “o PS aguarda com expectativa a posição da Câmara Municipal sobre a classificação deste património que orgulha a cidade, mas o silêncio do Município sobre este assunto também tem, para o PS, um significado político”.