Domingo, Julho 14, 2024
15.1 C
Braga
AtualidadeEconomiaMercadona faturou 1.403 milhões de euros em 2023

Mercadona faturou 1.403 milhões de euros em 2023

A cadeia de supermercados com 49 lojas em Portugal.

© Mercadona

A Mercadona, empresa de supermercados, aumentou as suas vendas consolidadas em 15% em 2023, para os 35.527 milhões de euros. Deste total, 34.124 milhões de euros correspondem à faturação da empresa em Espanha e os restantes 1.403 milhões de euros são relativos ao volume de negócios em Portugal, onde a Mercadona conta já com 49 lojas de um total de 1.681 que compunham a rede de supermercados da empresa no final de 2023.

No ano passado, a Mercadona começou a colher os frutos da sua decisão estratégica, apoiada pelos acionistas da empresa em 2016, de investir a longo prazo para garantir o lucro dos cinco componentes (“O Chefe”- cliente -, O Colaborador, O Fornecedor, A Sociedade e O Capital); fator-chave sobre o qual se alicerçam as bases da Mercadona do futuro.

Este investimento, iniciado em 2016, atingiu um valor recorde de 10.000 milhões de euros nestes sete anos, depois de ter investido 1.062 milhões em 2023.

Ainda em 2016, iniciou o processo de internacionalização da empresa com o anúncio da sua entrada em Portugal, cujo projeto entrará no caminho da rentabilidade em 2024.

O projeto de internacionalização em Portugal alcançou em 2023 as 49 lojas, concluindo o ano com uma equipa de 5.300 colaboradores, mais 1.800 novos empregos do que no exercício anterior. Durante 2023, trabalhou com 1.000 fornecedores nacionais, aos quais comprou um total de 1.178 milhões de euros.

Neste mesmo ano, a empresa realizou um investimento de 291 milhões de euros, duplicando o valor do ano anterior, atingiu um volume de vendas de 1.403 milhões de euros (+90%) e contribuiu com 171 milhões de euros em impostos através da empresa portuguesa Irmãdona Supermercados, com sede em Vila Nova de Gaia.

Para 2024, ano em que completa os cinco anos desde a abertura da primeira loja em Portugal, a empresa prevê investir 196 milhões de euros, que se destinam à abertura de 11 novas lojas e à conclusão do Bloco Logístico de Almeirim, que ficará operacional em meados de 2024.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES