Quarta-feira, Outubro 5, 2022
17.8 C
Braga
InícioPaísMAS defende transição energética para empregar junto à GALP de Matosinhos

MAS defende transição energética para empregar junto à GALP de Matosinhos

© MAS

No âmbito da pré-campanha para as eleições legislativas de 30 de janeiro, o Movimento Alternativa Socialista (MAS) realizou uma ação frente à refinaria da GALP, em Matosinhos, chamando a atenção para uma das suas propostas programáticas: a transição energética para empregar, não para despedir.

Segundo a porta-voz do MAS e cabeça de lista por Lisboa, Renata Cambra, “a GALP utilizou, em abril de 2021, a conveniente justificação da transição energética para encerrar a refinaria da GALP em Matosinhos, levando à destruição de 1.500 postos de trabalho”. No entanto, não só “o Governo do PS não fez qualquer esforço para garantir a reconversão desses postos de trabalho, assegurando a requalificação dos trabalhadores e a sua reinserção em setores não-poluentes”, como também “o PS vangloria-se de termos deixado de produzir energia a carvão, mas continuamos a importar do estrangeiro este tipo de energia”.

Na ação estiveram ainda presentes Pedro Castro, cabeça de lista pelo Porto, Vasco Santos, cabeça de lista por Braga, e Bruno Cancelinha, cabeça de lista por Vila Real. Pedro Castro acrescentou que a atuação do governo PS “deixa-nos na mesma, ou pior, porque continuamos a consumir energia poluente e, ao mesmo tempo, passamos a ter mais gente no desemprego sem perspetivas de lhes ser assegurado um novo posto de trabalho”.

Em relação a qual seria a alternativa, Renata Cambra salientou que a transição energética “tem o potencial de gerar milhares de empregos verdes, tanto no setor energético, como em setores como a agricultura, reabilitação de casas, transportes, reordenação das florestas, entre outros”, adiantando que, para tal, “é necessário que se adote uma estratégia abrangente, que tenha como prioridade os interesses das pessoas e não dos grandes grupos económicos, como tem acontecido”.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS