Segunda-feira, Janeiro 30, 2023
8.5 C
Braga
InícioEducaçãoMargarida Isaías tomou posse como presidente da AAUMinho

Margarida Isaías tomou posse como presidente da AAUMinho

© AAUMinho

No passado dia 7 de janeiro decorreu a Tomada de Posse dos dirigentes eleitos para os Órgãos Sociais da Associação Académica da Universidade do Minho (AAUMinho) para o mandato de 2023. A cerimónia decorreu no Salão Medieval da Reitoria da Universidade do Minho, no Largo do Paço, em Braga.

O momento solene começou com a tomada de posse da Mesa da Reunião Geral de Alunos, encabeçada por Miguel Lima, seguida pela do Conselho Fiscal e Jurisdicional, dirigida por Pedro Antunes. Por último, a Direção da AAUMinho tomou posse, tendo como nova presidente da estrutura estudantil Margarida Isaías.

A segunda presidente feminina da AAUMinho revelou alguns dos projetos e objetivos que a Direção pretende concretizar, sempre com o compromisso de “aumentar a participação política e ativa” dos estudantes e “promover jovens cidadãos e adultos mais completos”. As novidades passam por organizar os Europeus Universitários de Voleibol, um cortejo para crianças finalistas de infantários e escolas primárias nas Monumentais Festas do Enterro da Gata, e uma celebração recreativa no final do ano letivo.

A nível desportivo, a estudante de Medicina “quer fazer jus ao excelente legado desportivo do Minho, tanto na participação nas competições nacionais e internacionais, como na sua organização. Em julho, organizamos os Europeus Universitários de Voleibol, em Braga, que contarão com sete dias de competição e com a participação de mais de 600 atletas”.

Ter uma Academia Multicultural é outro dos propósitos deste mandato. Com a adição de mais um dirigente ao departamento Cultural & Tradições Académicas, este ano, a AAUMinho “quer conhecer melhor as cidades que nos acolhem e que elas nos conheçam melhor. Para isto, queremos abrir as portas do Recinto das Monumentais Festas do Enterro da Gata, da festa dos nossos finalistas, às crianças finalistas nos infantários e escolas primárias da cidade, numa tarde precedida por um pequeno cortejo pela cidade de Braga”. Aliada aos eventos recreativos, “trazer uma celebração no final do ano letivo” é uma das apostas da associação estudantil.

Além disso, a causa por uma Academia cada vez mais inclusiva mantém-se, juntamente com a consolidação da marca START POINT, a reafirmação da marca Recurso e a aposta na comunicação presencial e próxima.

Por último, Margarida Isaías referiu que para isso tudo acontecer é necessário “garantir primeiro a base, que todos os jovens tenham acesso à educação e ao Ensino Superior”. Desta forma, continuará a defender e trabalhar “por um acesso ao Ensino Superior justo, universal e gratuito”, em conjunto com a Universidade do Minho e com a região. “Alojamento, transportes, complementos de materiais e condições infraestruturais dos edifícios dos Campi” são as prioridades.

Através de uma moção global, a nova Direção pretende “refletir sobre as principais falhas do Ensino Superior Português e da Universidade do Minho e apresentar soluções e propostas concretas, justas e possíveis, no sentido de uma Universidade e de um Ensino Superior Público de qualidade e para todos”.

Duarte Lopes, presidente cessante da AAUMinho, afirmou que “as conquistas de um mandato nunca são as conquistas desse mandato apenas, mas sim o culminar de esforços de variados anos e intervenientes”. O estudante de direito resumiu aqueles que foram os principais marcos do seu mandato como líder da estrutura e despediu-se, agradecendo a todos aqueles que contribuíram para o seu sucesso.

Na sessão solene, também discursaram o reitor da Universidade do Minho, Rui Vieira de Castro, e a presidente do Conselho Geral da Universidade do Minho, Joana Marques Vidal. A cerimónia terminou, tal como começou, com uma atuação do Coro Académico da Universidade do Minho.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS