Quinta-feira, Maio 26, 2022
21.7 C
Braga
InícioReportagemImponente Procissão dos Passos levou milhares de fiéis a Vila de Prado

Imponente Procissão dos Passos levou milhares de fiéis a Vila de Prado

© Sandra Antunes

Após um interregno devido à pandemia, Vila de Prado voltou a reviver neste Domingo de Ramos a imponente Procissão do Senhor dos Passos.

Milhares de fiéis acompanharam esta manifestação religiosa centenária, que contou com a presença de Albano Bastos, presidente da Junta da Vila de Prado, e de Patrício Araújo, vereador da Câmara Municipal de Vila Verde.

© Sandra Antunes

Albano Bastos, presidente da Junta de Freguesia de Vila de Prado, contou que a Procissão dos Passos não se realiza há quatro anos, uma vez que é feita de dois em dois anos e, por motivo da pandemia que iniciou em 2020, esta só se realizou este ano. “Há quatro anos que não acontecem as celebrações do Senhor dos Passos. Estavam previstas para 2020, mas com a pandemia não aconteceu. Vamos fazê-la agora de novo, a freguesia e a Irmandade do Senhor dos Passos, que é a entidade organizadora e conta com o apoio da Junta de Freguesia para custear algumas despesas e algum apoio logístico. É um orgulho para a vila, nomeadamente para a Junta, fazer parte da organização desta grande manifestação religiosa. Como pradenses, só devemos sentir orgulho desta tradição, onde há muita devoção por parte da nossa comunidade e dos visitantes”, sublinhou o autarca.

O presidente da Junta de Vila de Prado agradeceu à comissão organizadora pelo “entusiasmo” na realização das cerimónias. “Quero deixar o meu sincero agradecimento à Irmandade do Senhor dos Passos de Vila de Prado pelo entusiasmo em concretizar estas celebrações e por não deixarem descer o patamar da qualidade da procissão em si, não só pela quantidade de figurinos, mas também pelos chamados acessórios, as bandas, como os cavalos da GNR. Custa muito dinheiro, mas a população de Prado tem correspondido com os seus donativos”, referiu Albano Bastos.

© Angélica Antunes

Por sua vez, Patrício Araújo, vereador do Município de Vila Verde, regozijou-se com o retomar desta procissão, enaltecendo o trabalho da Irmandade e da população. “A Câmara Municipal de Vila Verde apoia estas iniciativas e vê-as como um evento cultural, na medida em que vemos aqui a nossa religiosidade, fruto de uma grande tradição que existe nesta terra de Vila de Prado desde o longínquo ano de 1676. É normalmente organizada pela Irmandade do Senhor dos Passos e realiza-se bianualmente, tendo sido interrompida, fruto da pandemia”, disse o vereador.

Patrício Araújo também elogiou a organização e a comunidade que se uniu para contribuir para o sucesso da grandiosa procissão. “Quero agradecer o entusiasmo das pessoas, agradecer à Irmandade do Senhor dos Passos que há mais de 300 anos continua a organizar esta procissão e, sobretudo, elogiar a forma como têm feito e a forma como têm apoiado a manutenção desta tradição”, reforçou o vereador.

© Angélica Antunes

José Araújo da Irmandade do Senhor dos Passos falou que a comunidade ansiava pelo retomar destas celebrações religiosas. “As pessoas estavam com muita ansiedade e acolheu-nos de braços abertos quando dissemos que íamos fazer a Procissão do Senhor dos Passos. Temos inscritos 225 figurantes que não são repetidos e temos quadros bíblicos que integram muitas pessoas, mas figuras representativas é apenas uma só de cada quadro bíblico”, salientou.

Também Francisco Faria da Irmandade do Senhor dos Passos falou do apoio da população que também ajudou para engrandecer a procissão. “Já lá vão quatro anos que não realizamos a procissão e tomamos a opção, uma vez que a situação já o permite de a fazer e as pessoas ficaram muito satisfeitas com isso. Contribuíram de muitas formas, desde donativos ou decorar as suas casas. Agradecemos muito à população de Prado, à Junta de Freguesia e à Câmara Municipal, que dão-nos todo o apoio. O nosso muito obrigado porque sem eles nada fazíamos, uma vez que são milhares de euros que estão aqui envolvidos”, destacou.

© Sandra Antunes

Já o Padre João Alberto, Pároco da Vila de Prado, deixou uma mensagem de apelo à Paz. “Revejo estas celebrações religiosas com o espírito de ajudar os cristãos e de ajudar a mim próprio a interiorizar a Paixão de Cristo de há 2000 anos. Enquanto houver guerra, fome e mentira, teremos que estar necessariamente preocupados, mas quando damos as mãos, nos entendemos e quando lutamos no mesmo sentido e puxamos o carro na mesma direção, as coisas correm bem. A história está cheia de tantos e tantos exemplos bem sucedidos. No dia de hoje, qualquer cristão deveria perceber que, ou colabora com os outros e vai longe, ou se põe contra os outros e fica aquém de ser cristão”, disse o Padre João Alberto.

© Sandra Antunes

A Procissão dos Passos de Vila de Prado contou com três momentos marcantes. Teve início na Igreja Matriz, onde decorreu o Sermão do Pretório, seguiu para o Largo de São Sebastião, onde se realizou o emotivo encontro entre o andor de Jesus Cristo e o de Sua Mãe, acompanhado pelo canto de Verónica, terminando na Igreja Matriz com a rendição do Centurião. O sermão foi presidido pelo Padre Manuel Brito.

Além dos figurados, também participaram na Procissão dos Passos o Grupo de Música Velha de Barroselas, os Escuteiros de Vila de Prado, as Guias de Vila de Prado e os Cavaleiros da GNR.

A reportagem teve o apoio à produção da Junta de Freguesia de Vila de Prado

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS