Domingo, Maio 26, 2024
13.9 C
Braga
BragaHospital de Braga promove rastreio gratuito de deteção precoce do melanoma

Hospital de Braga promove rastreio gratuito de deteção precoce do melanoma

© Hospital de Braga

O Hospital de Braga promove, no dia 17 de maio, Dia do Euromelanoma e dos Cancros da Pele, um rastreio gratuito de deteção precoce do melanoma, um tipo agressivo de cancro da pele.

“Pretendemos sensibilizar para a prevenção primária deste tipo de cancro, alertando a população para os cuidados a ter no dia-a-dia e para a importância do diagnóstico precoce”, explica Celeste Brito, diretora do Serviço de Dermatologia do Hospital de Braga, ao justificar o facto da unidade de saúde voltar a aderir ao Dia do Euromelanoma.

Destacando que “nunca é demais reforçar as medidas preventivas”, Celeste Brito refere que a campanha de sensibilização deste ano incide sobre as proteções utilizadas no Verão, recomendando-se “o tipo certo de proteção para prevenir o envelhecimento precoce da pele e reduzir o risco de cancro”.

Segundo a diretora do Serviço de Dermatologia do Hospital de Braga, é importante “evitar a exposição solar excessiva, abrigando-se ou procurando sombras sempre que possível, assim como realizar atividades de treino ou exercício apenas no início ou final do dia, quando o sol é menos intenso”. Celeste Brito recorda ainda outras medidas de proteção: “utilizar chapéu de abas largas e óculos de sol com proteção UV, vestuário para cobrir a pele, optando-se por cores escuras e tecidos com proteção contra UV, não utilizar solários e usar protetor solar com um fator de proteção elevado”.

Promovido pelo Serviço de Dermatologia do Hospital de Braga, o rastreio do dia 17 de maio decorrerá entre as 09:00 e as 13:00, sendo necessária a marcação prévia através do contacto telefónico 253 027 381 (horário para a marcação nos dias úteis, de 12 a 16 de maio, das 09:00 às 13:00 e das 14:00 às 16:00).

A ação destina-se a grupos de risco, nomeadamente, pessoas com as seguintes características: pele clara, cabelos ruivos, dificuldade em bronzear, pessoas que sofreram grandes queimaduras solares, sobretudo na infância, que tenham historial familiar de melanomas, que apresentem sinais irregulares e sinais em áreas traumáticas (por exemplo, couro cabeludo, lábios, palmas das mãos e plantas dos pés).

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES