Domingo, Maio 26, 2024
14.6 C
Braga
RegiãoGuimarãesGuimarães: Sociedade Portuguesa de Medicina homenageia Jorge Cotter

Guimarães: Sociedade Portuguesa de Medicina homenageia Jorge Cotter

© CM Guimarães

A Sociedade Portuguesa de Medicina Interna distinguiu Jorge Cotter com o Prémio Nacional de Medicina Interna 2023, numa cerimónia em que esteve presente o ministro da Saúde, Manuel Pizarro, e que teve lugar na tarde desta quinta-feira, no Centro de Congressos da Alfândega do Porto.

Na apresentação do premiado, o Pedro Cunha, na qualidade de presidente do Colégio de Medicina Interna, referiu as qualidades, humanas e profissionais, de Jorge Cotter, destacando o seu percurso de médico até aos dias de hoje.

Domingos Bragança, presidente da Câmara Municipal, em nome de Guimarães, parabenizou “o Professor Doutor Jorge Cotter pela distinção obtida, um médico que olha para o conhecimento e investigação como ferramentas fundamentais para a prestação de cuidados de saúde de excelência, e alguém que sempre se bateu pela dignificação e direitos da sua classe, nomeadamente de todos os profissionais de saúde da especialidade de Medicina Interna”.

O edil considera que a atribuição do prémio é “justíssima”, e enaltece “as qualidades de um homem e um profissional de saúde que enriquece de forma inegável os quadros do Hospital Senhora da Oliveira, servindo com isso Guimarães e o país”. “Não terá sido por acaso que, em 2005, recebeu, das mãos de Jorge Sampaio, presidente da República, a Grã-Cruz da Ordem do Mérito, uma distinção que galardoa atos ou serviços meritórios praticados no exercício de funções públicas ou privadas, com desinteresse e abnegação em favor da comunidade”, diz Domingos Bragança.

Jorge Cotter agradeceu a todos os seus mestres e estendeu o prémio a todos os seus colegas de Medicina Interna dos últimos 35 anos. Jorge Cotter pretende continuar a alicerçar o futuro através de programas de formação, estudo e investigação, prometendo “pugnar pelas liberdades de diagnóstico e prescrição dos médicos internistas”. Por último, dedicou o prémio à sua esposa e filhas.

Jorge Cotter nasceu no antigo Hospital Senhora da Oliveira, em Guimarães, em 26 de junho de 1956, tendo concluído o seu curso na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, em 1979. Formou-se como especialista de Medicina Interna, no Hospital de S. João, com a nota mais alta de sempre até à data, 20 valores.

Em 1989, Jorge Cotter ingressa como médico assistente no Hospital Senhora da Oliveira e, em 1999, é nomeado chefe do serviço de Medicina Interna. Em 2001 é reconhecido como médico especialista em hipertensão clínica e, em 2004, passa a ser o diretor do serviço de Medicina Interna do hospital. Em 2008, concluiu o doutoramento em Medicina Clínica, com a tese “Relações da hipertensão arterial com a taxa de excreção de albumina numa consulta hospitalar de hipertensão arterial e risco cardiovascular”. É professor convidado de Medicina Clínica da Escola de Ciências da Saúde da Universidade do Minho. Dedicou os últimos dez anos da sua carreira à investigação clínica, sendo o responsável pelo reconhecimento do Centro de Investigação em Hipertensão e Risco Vascular como Centro Europeu de Excelência.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES