Quarta-feira, Maio 5, 2021
14.4 C
Braga
InícioRegiãoGuimarãesGuimarães é o concelho mais representativo no Galardão Eco-Freguesias XXI

Guimarães é o concelho mais representativo no Galardão Eco-Freguesias XXI

CM Guimarães

Guimarães é o concelho mais representativo a nível nacional no Galardão Eco-Freguesias XXI, um projeto da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), que visa trabalhar com as freguesias no sentido do desenvolvimento de eco-comunidades ou comunidades sustentáveis. Segundo informação da ABAE, os concelhos de Guimarães e de Pombal são as que apresentam mais freguesias a participar na edição de 2020-2021. Face à edição anterior, são mais 25 freguesias a candidatar-se a este galardão, que visa reconhecer as freguesias mais sustentáveis. Na última edição, Guimarães foi o concelho com mais freguesias galardoadas com o selo “Eco” e no topo desta bienal ficou a freguesia de Caldas das Taipas.

As freguesias candidatas distribuem-se por todo o país, abrangendo todas as regiões, incluindo as Regiões Autónomas. As candidaturas vão começar a ser avaliadas pela Comissão Nacional Eco-Freguesias XXI ainda durante este mês e os resultados serão formalmente divulgados no mês de junho.

O concelho de Guimarães conta com a participação de 23 freguesias e mais 6 Uniões de Freguesias ao Prémio Eco-Freguesia XXI. Nesta edição procederam à inscrição as seguintes Juntas de Freguesias: Aldão, Azurém, Barco, Brito, Caldelas, Costa, Creixomil, Fermentões, Gondar, Guardizela, Longos, Lordelo, Moreira de Cónegos, Pencelo, Polvoreira, Ponte, Ronfe, São Torcato, Sande S. Martinho, Selho S. Jorge, Serzedelo, Silvares, Urgezes e ainda as União de Freguesias de Airão Santa Maria, Airão S. João e Vermil; Leitões, Oleiros e Figueiredo; Candoso S. Tiago e Mascotelos, Atães e Rendufe; Souto Santa Maria, Souto S. Salvador e Gondomar, e por último, Oliveira, S. Paio e S. Sebastião.

O Município de Guimarães assegura o valor da inscrição de cada freguesia e o apoio técnico do Laboratório da Paisagem para a elaboração das candidaturas.

O projeto assenta no pressuposto de que as freguesias e outras instituições de proximidade desempenham um papel crescente na concretização de grandes desígnios globais, como os ODS – Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ONU, Agenda 2030), trazendo-os para o quotidiano das pessoas e das organizações.

Entre outros, os objetivos do Programa Eco-Freguesias XXI para 2020/2021 passam por motivar os atores locais e em especial os dirigentes das Juntas de Freguesias para a importância do seu papel como agentes do desenvolvimento sustentável à escala local, envolver as freguesias no apoio à implementação de programas de Educação para o Desenvolvimento Sustentável, valorizar e incentivar os processos de cidadania participativa e contribuir para a elaboração de indicadores de sustentabilidade local.

Apoie o jornalismo.

A Braga TV é um canal de informação independente. Todas as notícias e conteúdos são e continuarão a ser disponibilizados gratuitamente.

Para continuar a oferecer um serviço de informação de referência na região, precisamos do apoio dos nossos leitores para continuar a desempenhar o nosso papel de informar.

Precisamos do seu contributo, caro leitor.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS