Sábado, Maio 21, 2022
22.9 C
Braga
InícioRegiãoPóvoa de LanhosoFestas de São José vividas com emoção na Póvoa de Lanhoso

Festas de São José vividas com emoção na Póvoa de Lanhoso

© CM Póvoa de Lanhoso

Com um misto de felicidade e de responsabilidade e com alguma emoção. Foi desta forma que o presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Frederico Castro, viveu as Festas de São José, que decorreram de 12 a 20 de março. O autarca, que faz um balanço “muito positivo das festividades concelhias”, agradece “a toda a população e a todos os que contribuíram para que estas Festas de São José fossem um grande sucesso”.

As festas concelhias em honra de São José são um importante momento religioso, económico, cultural e social para a comunidade da Póvoa de Lanhoso. São organizadas pela Câmara Municipal em colaboração e parceria com entidades locais.

O autarca Povoense destaca uma proposta do programa, em particular. “O hastear da bandeira foi um momento forte para mim, porque gosto muito da Póvoa de Lanhoso e sinto muito a Póvoa de Lanhoso”, confidencia.

Depois de um interregno devido à pandemia, as festas do concelho foram retomadas em 2022. “As pessoas precisavam das festas de São José, este ano, mais que nunca. Vi isso pela forma como aderiram, como participaram; pela vontade que tinham de vir às festas, pelo entusiamo que puseram nas suas interações, pela espontaneidade das crianças, pela satisfação dos comerciantes, que precisavam muito desta lufada de ar fresco”, observa ainda Frederico Castro.

A majestosa procissão em honra de São José manteve-se como o ponto alto das festividades, ao trazer para as principais ruas da Vila uma multidão, na tarde de 19 de março. Tamanha afluência de público é reveladora de que, em boa hora, se tomou a decisão de realizar a procissão nos moldes habituais.

© CM Póvoa de Lanhoso

“Tivemos a audácia de querer programar as festas apesar dos números elevados de Covid-19, em final de dezembro, e fizemo-lo, num primeiro momento, com um máximo de cautelas, para proteger a população. Depois, houve uma evolução positiva e tivemos sorte, mas também tivemos a audácia de nos prepararmos para ter sorte”, recorda o presidente da Câmara.

Pensadas inicialmente para decorrer num contexto mais restritivo, algumas das novidades introduzidas no cartaz foram tão bem recebidas que serão para ficar nas edições futuras. A este respeito, o presidente da Câmara Municipal afirma a intenção de, no próximo ano, se manter ou reforçar a dinâmica dos palcos descentralizados e a aposta na chamada “prata da casa”. “Apelo a que as organizações das várias festas que são realizadas nas nossas freguesias, ao longo do ano, vejam neste exemplo que o Município deu uma sugestão para elas próprias poderem privilegiar os grupos, os cantores, os artistas da nossa terra, porque temos variedade e gente com muita qualidade. Se entendermos ser necessário algo de diferenciador, com certeza iremos buscar algo que acrescente valor”, assegura o autarca. Para o São José de 2023, pretende-se ainda retomar o Cortejo Histórico e Etnográfico, evento que, pela sua logística e organização exigente, não foi possível dinamizar.

Para além do programa, para o sucesso das festividades de 2022, terão contribuído aspetos como o bom tempo, o facto de não haver festas de São José desde 2019 e o facto de o dia principal ter sido ao fim de semana. “Conjugaram-se fatores que permitiram que o essencial fosse conseguido, ou seja, proporcionar às pessoas momentos de felicidade. Tenho total convicção que a Póvoa de Lanhoso viveu dias muito felizes e que as pessoas gostaram muito do São José. Para o ano, queremos fazer melhor, fazer mais e continuar a proporcionar às pessoas estes momentos”, finalizou o edil.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS