Domingo, Fevereiro 25, 2024
12.9 C
Braga
InícioRegiãoVila Nova de FamalicãoFamalicão avança com reciclagem de cápsulas de café usadas

Famalicão avança com reciclagem de cápsulas de café usadas

© CM Famalicão

As cápsulas de café usadas vão transformar-se em matéria-prima em Vila Nova de Famalicão. A Câmara Municipal vai instalar, até ao final do ano, os primeiros 20 capsulões para a recolha de cápsulas de café usadas em várias freguesias do concelho, marcando o arranque da campanha de recolha e valorização destes resíduos domésticos.

A autarquia famalicense formalizou, esta quinta-feira, o protocolo de cooperação com várias empresas do setor – Nestlé, Delta Cafés, Massimo Zanetti, Newcoffee, JVM e UCC – para a implementação deste projeto que permitirá dar uma vida nova a este produto.

A cerimónia de assinatura do acordo contou com a presença da secretária-geral da Associação Industrial e Comercial de Café (AICC), Cláudia Pimentel, que acredita que este projeto será bem sucedido em Famalicão. “Os famalicenses vão aderir, com certeza. A ideia é fomentar a economia circular e ter o cuidado de dar aos consumidores a possibilidade de beberem café sem culpa”, referiu.

“Estamos mais uma vez a falar do reaproveitamento dos resíduos que produzimos em casa. Estamos a transformá-los em matéria-prima, tal como já o fazemos com os biorresíduos e os óleos alimentares domésticos, numa perspetiva de sustentabilidade ambiental”, destacou o presidente da Câmara Municipal, Mário Passos, que reforçou a pretensão de Famalicão de se afirmar como um “eco-território”.

Os munícipes podem depositar as cápsulas individualmente dentro do contentor ou então dentro de um saco de plástico fino, de forma a ser fácil de rebentar nas linhas de tratamento dos resíduos.

A recolha das cápsulas será efetuada pelos serviços municipais que, posteriormente, encaminharão o conteúdo dos capsulões para as empresas de café protocoladas, para que procedam à valorização e aproveitamento dos materiais que compõem as cápsulas de café usadas, que têm um elevado potencial de reciclagem uma vez que os seus componentes alumínio/plástico e a borra de café são materiais recicláveis ou reutilizáveis.

Os pontos onde vão ficar instalados os primeiros 20 capsulões instalados no território podem ser consultados aqui.

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES