Quinta-feira, Abril 18, 2024
14.5 C
Braga
RegiãoEsposendeEsposende assinala início do novo ano escolar

Esposende assinala início do novo ano escolar

© CM Esposende

O Município de Esposende promoveu, esta sexta-feira, no Hotel Ofir, em Fão, a sessão de boas-vindas a professores e a todo o pessoal não docente, dando, desta forma, início ao novo ano letivo.

Na ocasião, professores, técnicos especializados e membros das direções dos Agrupamentos de Escolas, da Escola Secundária, da Escola Profissional e da Escola de Música, tiveram oportunidade de assistir à apresentação do Plano Local para a Promoção e Proteção dos Direitos das Crianças e Jovens de Esposende, por Dulce Couto, e à conferência de Ariana Cosme, que versou sobre o tema “Dilemas na Escola de Hoje: Educação Inclusiva no Contexto da Multiculturalidade”, terminando a iniciativa com um lanche de confraternização.

Na abertura do encontro, o delegado Regional da Direção Regional de Educação do Norte, Luís Carlos Lobo, defendeu “o contínuo investimento na educação, como forma de continuar a encurtar as distâncias para os restantes países europeus e destacou o papel fundamental dos municípios, durante o período de pandemia, minimizando o seu impacto e permitindo que o processo de ensino não fosse interrompido”. Aludiu a diferentes aspetos das políticas de educação em curso e, nesse domínio, realçou a importância do ensino profissional.

Como tem sido usual, este encontro, que antecede o arranque do novo ano escolar, deu a conhecer os diversos programas educativos do Município, agora abrangidos no projeto “Mais Cidadania”, aglutinador de todas as atividades de âmbito educativo. “À semelhança de anos anteriores, mas de forma substancialmente mais atualizada e estruturada, ao longo do ano letivo 2023/2024, serão desenvolvidos programas, atividades e eventos educativos de âmbito muito diversificado, integrando dimensões como a educação cultural e artística, a educação para a cidadania, a educação para a saúde e desporto, a educação ambiental e para a sustentabilidade, a educação para a segurança. Este ano será dado especial destaque à temática Viver a Liberdade, no âmbito das comemorações dos 50 anos do 25 de abril”, referiu Benjamim Pereira, presidente da Câmara Municipal de Esposende, perante os cerca de 300 participantes na sessão.

Referindo-se a estratégias e políticas na área da educação, o autarca sustenta que “concluímos o replaneamento da rede educativa, com a revisão da Carta Educativa, onde se definem as estratégias de planeamento de diferentes horizontes temporais e propostas de reordenamento e/ou de intervenção física no parque e rede escolar, dando assim, coerência à rede da oferta educativa e formativa concelhia e a um redimensionamento da rede educativa que visam estimular e potenciar a sequencialidade entre a educação pré-escolar, os diferentes ciclos do ensino básico e o ensino secundário”.

Benjamim Pereira anunciou, “uma nova abordagem no processo do Plano Estratégico Educativo Municipal (PEEM), nomeadamente por via da sua adaptação a todas as alterações de circunstância entretanto havidas, desde logo envolvendo as novas competências dos municípios e todo o conjunto de novas estratégias de gestão desta área funcional da Educação”.

O Município de Esposende tem, ainda, intenção de apresentar candidatura ao Plano Intermunicipal de Promoção do Sucesso Escolar (PIPSE), do Programa Operacional Regional Norte 2030, “pretendendo a implementação de um Projeto diferenciador que promova o sucesso educativo através de apoios complementares ao contexto escolar, que contribuam para o desenvolvimento de competências pessoais, sociais, educacionais junto das crianças e dos/as alunos/as para a promoção do sucesso escolar”.

“A requalificação da Escola Henrique Medina está mapeada pelo Estado Central como muito urgente, no âmbito dos investimentos em estabelecimentos escolares e está já em curso o projeto para a fase seguinte de intervenção nesta escola, projeto que irá abranger também as instalações para a futura Escola das Artes. Para além da importância de requalificação das instalações da escola secundária, melhorando as suas condições de conforto, segurança e a modernização de instalações e equipamentos, a futura Escola das Artes irá permitir a implementação de toda uma nova abordagem ao ensino de vários domínios, designadamente da música”, anunciou Benjamim Pereira.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES