Segunda-feira, Abril 22, 2024
18.7 C
Braga
PaísCruz Vermelha Portuguesa garante igualdade salarial

Cruz Vermelha Portuguesa garante igualdade salarial

DR

A Cruz Vermelha Portuguesa garante a promoção da igualdade salarial entre homens e mulheres. A distinção foi feita pela Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego (CITE) e acontece devido ao trabalho realizado pela instituição em torno da igualdade de género e no combate a todas as formas de discriminação exercidas sobre o ser humano.

“Só ao nível do recrutamento, a remuneração é atribuída exclusivamente em função da qualificação, não existindo perguntas sobre o género do candidato/a”, refere.

Atualmente, trabalham na Cruz Vermelha Portuguesa mais de duas mil mulheres e 638 homens. Também ao nível dos quadros superiores na instituição, existem quatro vezes mais mulheres do que homens, tal como no número de profissionais qualificados onde se registam 2,5 mais mulheres do que homens.

Só na direção, a Cruz Vermelha Portuguesa tem neste momento Ana Jorge como presidente – é a 2ª vez nos 158 anos de sua história que uma mulher preside à instituição – e uma diretora-geral, Sara Valente.

De acordo com Ana Jorge, presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, “é para nós uma honra receber esta distinção. A igualdade de género está bem presente em todo o trabalho desenvolvido pela Cruz Vermelha Portuguesa, pois acreditamos que só num ambiente diverso e igualitário se consegue promover resultados mais positivos”.

Neste Dia Internacional da Mulher, a Cruz Vermelha Portuguesa relembra “os inúmeros projetos de apoio a mulheres e famílias que existem, por exemplo, com casas de acolhimento e abrigo para sobreviventes de violência doméstica, refeitórios e cantinas sociais e o Programa Mais Feliz, de apoio a famílias mais desfavorecidas”.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES