Cristina Dias preside à Escola de Direito da UMinho
Sexta-feira , Setembro 25 2020 Periodicidade Diária nº 2585
Principal / Educação / Cristina Dias preside à Escola de Direito da UMinho

Cristina Dias preside à Escola de Direito da UMinho

A professora Cristina Dias tomou posse esta terça-feira como presidente da Escola de Direito da Universidade do Minho (EDUM). A sessão solene decorreu na sala de atos da EDUM, no campus de Gualtar, em Braga. Para o triénio 2020/2023, Cristina Dias vai ter como vice-presidentes os professores Marco Gonçalves, Anabela Gonçalves e Flávia Loureiro. A cerimónia contou com a presença do reitor Rui Vieira de Castro, sendo rigorosamente cumpridas as regras de segurança em vigor na atual conjuntura pandémica.

Cristina Dias é doutorada em Ciências Jurídico-Civilísticas pela UMinho, onde é professora associada com agregação da Escola de Direito, diretora do mestrado em Direito das Crianças, Família e Sucessões e investigadora do JusGov – Centro de Investigação em Justiça e Governação. Colabora também com diversas pós-graduações nas universidades do Minho, Católica do Porto, Coimbra e Lisboa. Tem vários livros publicados, dezenas de artigos científicos e faz parte da direção editorial das revistas “Scientia Iuridica” e “Cadernos de Direito Privado”. Tem ainda proferido conferências em diversos países e é membro da Associação Jurídica de Braga e do Centro de Direito da Família de Coimbra.

A Escola de Direito da UMinho tem mais de 1500 alunos inscritos em duas licenciaturas, nove mestrados e um doutoramento. Conta com 29 docentes de carreira e nove trabalhadores técnicos, administrativos e de gestão. Tem apostado na diversificação do ensino pós-graduado, na crescente internacionalização, no reforço da investigação e na interação com a sociedade. O JusGov, considerado “Muito Bom” na última avaliação da tutela, tem grupos de pesquisa em direitos humanos, direito da UE, Estado, empresa e tecnologia, globalização, democracia e poder, laboratório de justiça, justiça criminal e criminologia. Esta Escola sedia ainda entidades como o Centro de Estudos Jurídicos do Minho (edita algumas das principais revistas jurídicas do país) e desenvolve parcerias e projetos em todo o mundo.