Sexta-feira, Agosto 12, 2022
17.8 C
Braga
InícioBragaCozinha solidária de Braga lança campanha para aquisição de instalações próprias

Cozinha solidária de Braga lança campanha para aquisição de instalações próprias

© Virar a Página

O Virar a Página, projeto solidário de Braga que confeciona e distribui refeições às famílias carenciadas do concelho, lançou uma campanha de angariação de fundos para adquirir instalações próprias.

O Virar a Página apela à ajuda da comunidade para mais este passo. “Precisamos de ajuda para podermos adquirir um espaço próprio, onde nos possamos instalar definitivamente e podermos continuar a servir quem necessita de uma refeição e virar mais páginas e cada vez melhor!”, explica a coordenação do projeto.

Pretendendo continuar aquilo que fazem há já dois anos, ajudar pessoas em situação de carência alimentar, este espaço próprio não será apenas uma cozinha solidária. O espaço a adquirir será também a sede e o lugar de formação e trabalho dos jovens com deficiência apoiados pela associação YAY – Educação para a Inclusão, da qual faz parte o Virar a Página.

Estes jovens irão explorar uma cafetaria no mesmo espaço onde são preparadas as refeições, estando já a decorrer a sua formação.

Com esta campanha, o Virar a Página pretende angariar boa parte da verba ainda em falta para esta operação. Este serviço de emergência há dois anos que funciona exclusivamente com voluntários e apoios de amigos e parceiros, que fazem donativos, em dinheiro, ou em géneros. “Estamos confiantes para mais este passo”, adianta a coordenadora Helena Pina Vaz. “Acreditamos que um grupo de cidadãos determinados consegue organizar-se para fazer a diferença, é isso que, há dois anos, fazemos”, diz confiante.

A 16 de março de 2020 nascia no CLIB o Virar a Página, esta resposta de emergência alimentar, criada por um grupo de voluntários perante as necessidades agravadas de pessoas que ficaram, por aquela altura, sem qualquer apoio.

A trabalhar diariamente há já dois anos, o que era para ser uma resposta provisória, motivada então pelo agravamento das condições de vida de muitos, com o impacto da pandemia, continua hoje a mostrar-se urgente.

Na verdade, esta cozinha solidária não interrompeu nem 1 dia a sua atividade, e instalada na cozinha do antigo restaurante Luz Natural, contando apenas com o apoio de voluntários, continua a servir cerca de 250 refeições todos os dias. Perante a pertinência do seu serviço, que faz diferença na vida daqueles que ajudam (mais de 900 pessoas de 500 famílias ao longo destes dois anos), e tendo conhecimento de que aquele espaço se encontra à venda, o Virar a Página quer dar o próximo passo e decide avançar com a aquisição de um espaço próprio.

Para contribuir para o projeto, poderá fazê-lo aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS