Centros de Saúde de Braga adiam consultas a doentes de risco
Sexta-feira , Dezembro 4 2020 Periodicidade Diária nº 2655
Principal / Braga / Centros de Saúde de Braga adiam consultas a doentes de risco

Centros de Saúde de Braga adiam consultas a doentes de risco

Utentes de várias Unidades de Saúde de Braga denunciaram o adiamento das suas consultas que já se encontravam agendadas. Além das consultas de rotina, os doentes de risco não entendem o adiamento e mesmo o cancelamento das suas consultas.

“Foi-me adiada seis idas ao IPO e duas vezes no Centro de Saúde de Celeirós. Sou doente oncológica e este ano só consegui falar com os médicos por telefone. Não tenho feito exames e as preocupações têm-me deixado sem dormir durante a noite”, explicou Judite Sousa, utente deste Centro de Saúde.

Luís Pedroso, presidente da União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade e doente hipertenso, deslocou-se esta manhã com a sua esposa ao Centro de Saúde da UEF Manuel Rocha Peixoto de Maximinos, onde ambos tinham consultas agendadas e ficaram indignados com o adiamento das mesmas para o mês de novembro. “Isto é a brincar com as pessoas. Estou a falar como cidadão e não como presidente desta União. Recebemos uma SMS para não nos deslocarmos aos Centros de Saúde sem marcação e, como já tínhamos agendadas as consultas, deslocámo-nos ao local onde nos foi dito que esta terá que ser adiada para daqui a cinco meses. Sou doente de risco, mas sei que existem muitas outras situações idênticas como os diabéticos e os oncológicos que estão a ver a sua saúde agravada. A prevenção é a melhor arma para descurar, mas temo pelo mau caminho que estão a dar à nossa saúde”, denunciou.