Quinta-feira, Abril 25, 2024
12.7 C
Braga
AtualidadePolíticaCDU defende SNS e reclama mais investimento no Hospital de Braga

CDU defende SNS e reclama mais investimento no Hospital de Braga

© CDU

A CDU esteve no Hospital de Braga numa ação em defesa do SNS, onde reclamou mais investimento no Hospital de Braga.

Sandra Cardoso, João Pimenta Lopes, Inês Rodrigues, Carmo Cunha, João Baptista, Catarina Marques, Ana Sofia Cabeleira e Ricardo Silva estiveram em contacto com profissionais e utentes do hospital.

“Há muito que a CDU tem vindo a alertar para a situação de falta de profissionais e de investimento no SNS. Esta situação tem impactos diretos em todo o país e é transversal às diversas áreas e especialidades. O Hospital de Braga tem vindo também a sofrer com esta situação”, refere a CDU.

O partido lembra que “na recente discussão do Orçamento do Estado para 2024, o PCP destacou que para garantir que o Serviço Nacional de Saúde tem capacidade de assegurar os cuidados a que os utentes têm direito, é necessário dotá-lo de profissionais de saúde em número adequado. Sem trabalhadores da saúde, nos hospitais e nos centros de saúde, compromete-se o acesso às consultas, cirurgias, exames e tratamentos indispensáveis para a saúde dos Portugueses”.

A CDU sustenta que “as dificuldades na contratação e fixação de profissionais de saúde têm causas, pois sem condições de trabalho, sem carreiras dignas, sem progressão nem desenvolvimento profissional, sem remuneração justa, perdem-se trabalhadores para o privado ou para a emigração. Por isso, o PCP apresentou nos últimos Orçamento do Estado propostas que valorizam, fixam e retêm esses profissionais no SNS.  Apesar das ‘lágrimas de crocodilo’ de alguns, importa realçar que as propostas do PCP têm merecido a oposição por parte do PS, PSD, Iniciativa Liberal e Chega”.

Relativamente às instalações do Hospital de Braga, a CDU recorda que “o PCP propôs a afetação de verbas com vista à sua ampliação, tendo em conta que o hospital tem vindo a recorrer ao aluguer de instalações a privados para conseguir responder às necessidades de cirurgias”.

“A própria Administração do Hospital veio agora a público destacar o projeto existente para uma nova unidade que integrará cinco salas de bloco operatório de ambulatório, hospital de dia, consultas de grupo, consulta de oncologia e gabinetes de consulta externa. O bloco de ambulatório terá cinco pisos e capacidade para 10 mil cirurgias por ano. No entanto, não há cabimentação para este investimento. Perante a intenção de PSD, CDS, Iniciativa Liberal e Chega de retomar a gestão PPP do Hospital de Braga, a CDU recorda que esta foi no passado uma expressão da política de entrega do SNS aos privados que o governo do PS não contrariou com medidas concretas de reforço dos meios disponíveis”, sublinha o partido.

O fim da PPP que geria este hospital foi para a CDU “uma importante decisão. “Como era de prever, desde então mantém-se uma feroz batalha de propaganda, desvirtuando factos, omitindo dados fundamentais, explorando carências reais que persistem, procurando confundir a população e criar as condições para fazer andar para trás”, destaca a CDU, reforçando que “os problemas do Hospital de Braga não resultam do fim da PPP, mas sim da falta de investimento no SNS”.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES