Quarta-feira, Novembro 30, 2022
9.5 C
Braga
InícioRegiãoVila Nova de FamalicãoCasa de Camilo em Famalicão celebrou 100 anos

Casa de Camilo em Famalicão celebrou 100 anos

© CM Famalicão

Cem anos passados desde a sua abertura ao público, a Casa-Museu de Camilo, em Famalicão, uma das mais antigas e dinâmicas casas de escritores do país, apresenta hoje renovados motivos de visita.

Depois de ver concluídas as obras de renovação e restauro do conjunto camiliano de S. Miguel de Seide e de ter sido objeto de intervenção museológica tendo em vista a qualificação e valorização da sua exposição permanente, a casa onde Camilo Castelo Branco viveu e escreveu grande parte da sua obra conta agora com uma nova sala, para conhecer na galeria da Casa-Museu, onde pode ser visitada a exposição “Camilo: Leitores, Amores e Humores”.

A mostra, produzida pela Casa de Camilo e com projeto museográfico da autoria de Francisco Providência, divide-se em três eixos, sendo um deles dedicado ao projeto “Camillo – Rotas do Escritor”, uma rota literária em torno do património vivencial, literário e arquitetónico camiliano.

A abertura da exposição ao público aconteceu no passado sábado, 15 de outubro, no segundo dia dos Encontros Camilianos, e marcou a apresentação da casa de Seide São Miguel como o espaço sede deste projeto turístico-cultural que, para além de Famalicão, conta ainda com o envolvimento de outras instituições e cidades do norte do país com forte ligação histórica ao romancista, como Braga, Porto e Ribeira de Pena.

“A dimensão camiliana sai mais enriquecida e valorizada. Esse é o objetivo principal de todas as ações e projetos que implementamos sobre a vida e obra de Camilo, como é o caso do projeto “Camillo – Rotas do Escritor” que hoje enaltecemos com a apresentação deste espaço que vale muito a pena conhecer”, referiu a propósito o presidente da Câmara Municipal, Mário Passos.

“Seja através da rota, de exposições, dos encontros camilianos, dos roteiros, seja do que for, a nossa missão é continuar a apresentar motivos renovados para que as pessoas nos continuem a visitar”, acrescentou o diretor da Casa-Museu, José Manuel Oliveira.

Recorde-se que esta foi a sexta edição dos Encontros Camilianos. Promover o debate e a reflexão interdisciplinar em torno das temáticas camilianas, contribuindo para a melhor promoção e divulgação da vida e obra de Camilo Castelo Branco, é um dos grandes propósitos da iniciativa que decorreu entre sexta e sábado, no Centro de Estudos Camilianos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS