Terça-feira, Julho 23, 2024
29.6 C
Braga
BragaBraga sensibiliza comunidade escolar sobre a economia circular de produtos têxteis

Braga sensibiliza comunidade escolar sobre a economia circular de produtos têxteis

Ambiente.

© CM Braga

O Município de Braga desenvolveu uma atividade ambiental com o objetivo de formar e informar a comunidade escolar sobre a economia circular de produtos têxteis. A iniciativa decorreu na EB2/3 de Gualtar, em parceria com o projeto ‘To Be Green’, uma spinoff da Universidade do Minho que desenvolve soluções para os desperdícios têxteis.

No sentido de transmitir às gerações mais jovens a importância da economia circular nesta área, a ‘To Be Green’ foi desenvolveu uma plataforma sobre a economia circular de produtos têxteis que está a ser disseminada pelas escolas do concelho. O Município de Braga aderiu ao projeto na medida em que considera “estratégico formar a comunidade escolar para alcançar objetivos efetivos de sustentabilidade”. A ideia principal é educar para o consumo responsável e “ressuscitar” o vestuário em fim de vida. Assim, o vestuário depositado em bom estado será reutilizado e o restante será transformado num novo produto e posteriormente doado.

Altino Bessa, vereador do Ambiente, acompanhou a iniciativa, salientando a “relevância deste projeto com o objetivo de sensibilizar e despertar para a realidade da sustentabilidade, mas, acima de tudo, para cativar os mais jovens a ser cidadãos mais responsáveis, ativos e participativos na preservação do ambiente”. “Com este projeto estamos a potenciar a utilização de uma economia circular, permitindo, assim, a redução de desperdício, através da reutilização do vestuário e da produção de novos produtos sem recurso às matérias-primas”, referiu o vereador.

Esta é uma solução completa de valorização de vestuário moda, têxteis e uniformes corporativos descartados e em fim de vida, potenciando uma valorização de acordo com o seu estado no momento do seu descarte, seguindo a hierarquia de resíduos proposta pela Comissão Europeia e o Plano de Acção para a Economia Circular.

Para o efeito, foi desenvolvida uma app para potenciar a maximização da reutilização do vestuário em bom estado e a valorização do vestuário processado, num modelo ‘win-win’ através de um algoritmo que permite a gamificação das partilhas dos utilizadores registados nos municípios associados.

Esta solução coloca nas escolas contentores específicos do projeto de recolha de vestuário onde os alunos podem depositar a roupa que tenham em casa e que já não usem e queiram descartar como casacos, malhas, t-shirts, calças, camisas, blusas, sapatos, sapatilhas e outro calçado, malas, roupa interior (todos estes têxteis podem ser depositados nesses contentores).

A equipa ‘To Be Green’ faz a recolha desses produtos têxteis, carateriza e avalia o seu estado; seguindo-se depois uma triagem para partilha na app, doação, upcycling, remanufatura ou reciclagem dos materiais.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES