Quinta-feira, Dezembro 1, 2022
6.7 C
Braga
InícioReportagemBraga lança campanha solidária para ajudar povo da Ucrânia a enfrentar o...

Braga lança campanha solidária para ajudar povo da Ucrânia a enfrentar o frio no Inverno

© Sandra Antunes

O Centro Social e Cultural Luso Ucraniano, com sede em Braga, lançou a campanha solidária “Um Cobertor Para a Ucrânia”. Esta iniciativa visa angariar fundos para adquirir roupa de inverno para ajudar os ucranianos das cidades de Kiev e Bucha a enfrentarem o frio do Inverno.

Além da recolha de fundos, várias iniciativas serão levadas a cabo tais como a venda de pulseiras com as cores da bandeira da Ucrânia que terão um custo de 2 euros, uma festa ucraniana que irá decorrer na Escola Francisco Sanches no dia 12 de novembro, um magusto, uma caminhada solidária que irá decorrer na freguesia da Sé – num percurso pedonal para a recolha de fundos onde as pessoas poderão levar cartazes a apelar o fim da guerra – e a realização de um concerto solidário.

Luís Pedroso, presidente da União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade, recordou que a sua solidariedade com o povo ucraniano remonta ao ano de 2014 com a anexação da Crimeia à Rússia. “Esta casa, no que diz respeito a solidariedade com a Ucrânia, não é de agora e nem foi com o começo desta guerra. A nossa solidariedade começou em 2014 onde sou fundador do movimento Solidariedade Ucrânia e também fundador da Associação Nacional Luso-Ucraniana. Tudo começou precisamente com a guerra na Crimeia. Com alguns contactos conseguimos levar a bom porto essa ajuda ao povo ucraniano, ajuda que se veio a revelar determinante até para a própria ação entre a Ucrânia e a cidade Ivanofransisk, que se acabou por germinar com a nossa cidade de Braga. Voltamos a estar numa situação em que o povo ucraniano está envolvido numa situação de crise. A solidariedade não fala de política e estamos aqui simplesmente para ajudar”, disse o autarca.

© Sandra Antunes

Por sua vez, Vasil Bunzyak, presidente do Centro Social e Cultural Luso-Ucraniano, agradeceu o apoio que Braga tem vindo a dar ao povo ucraniano e espera que esta campanha venha a estender-se a nível nacional. “Esta campanha solidária para a Ucrânia é importante porque sabemos que vai chegar o frio. Muitas crianças, mulheres, homens e jovens ficaram sem as suas casas. O meu povo está a sofrer desde 2014 e surgiu-me a ideia de pedir apoio aos bracarenses. Tenho muito orgulho de ter conhecido estas pessoas que estão hoje connosco, esperando que esta campanha tenha bons resultados e que se estenda a nível nacional para ajudar o meu povo. Volto a agradecer, mais uma vez, esta vossa solidariedade ao povo ucraniano”, agradeceu Vasil Bunzyak.

Abraão Veloso, presidente da Direção da UPE – Associação Centro Social e Cultural Luso Ucraniano, explicou que esta campanha destina-se a “angariar verbas para adquirir agasalhos para a Ucrânia”, uma vez que “as casas dos ucranianos estão danificadas e com a falta de aquecimento significa muito sofrimento para eles”.

“A Associação Centro Social e Cultural Luso Ucraniano resolveu, com um grupo de amigos e apoio da Câmara Municipal de Braga, organizar a campanha solidária  ‘Um cobertor para a Ucrânia’ que se destina a angariar verbas para adquirir agasalhos para a Ucrânia”, frisou Abraão Veloso.

“É uma campanha de recolha de fundos porque a logística para recolher agasalhos em Portugal e enviar para a Ucrânia é complicada e custa dinheiro. Achamos preferível recolher fundos e, em articulação com algumas cidades ucranianas onde já temos ONG parceiras, iremos enviar a nossa ajuda para Kiev e Bucha. A nossa preocupação é que esta ajuda chegue a quem dela necessita”, acrescentou.

João Medeiros, assessor nos pelouros da Educação, Inovação e da Coesão Social do Município de Braga, recorda que esta é a quinta ação solidária que Braga desenvolve desde o início do conflito na Ucrânia. “Braga é uma grande aliada da Ucrânia e não posso deixar de recordar aquela grande vigília na Praça da República com a presença de centenas de bracarenes num momento de fraternidade com o povo ucraniano. Após 48 horas, São Lázaro e São João do Souto reuniu de emergência três eixos de intervenção com mais de 30 entidades envolvidas onde se desencadeou um terceiro momento no dia 1 de março com a partida de um autocarro para trazer 30 pessoas. Tudo foi possível pela coordenação que os bracarenses e o Município tiveram para levar a bom porto essa iniciativa”, realçou. 

Os donativos podem ser enviados para o NIB 0010 0000 5320 3390 0019 3. Para mais informações, consulte o site da UPE- Associação Centro Social e Cultural Luso Ucraniano, a página Solidariedade Ucrânia, através do contacto em português 962 632 707 ou em ucraniano 967 835 690, ou por e-mail [email protected].

A campanha solidária conta com o apoio do Município de Braga e da União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS