Quarta-feira, Abril 17, 2024
12.1 C
Braga
BragaBraga: Exposição "Os Dias de Abril" para visitar na Junta de São...

Braga: Exposição “Os Dias de Abril” para visitar na Junta de São Vicente

© Junta de São Vicente

A Junta de Freguesia de São Vicente, em Braga, inaugurou, na passada terça-feira, a exposição de fotografia “Os Dias de Abril”, de José Delgado.

O fotógrafo, nascido em 1954, em Coimbra, desenvolveu em Braga o seu percurso de vida. Teve a oportunidade de desenvolver a sua atividade profissional como repórter fotográfico na imprensa nacional e regional, colaborando diversas publicações universitárias. Foi através da sua lente que muitos dos momentos de 1974 ficaram registados para a posterioridade. José Delgado Fernandes retratou as ruas de Abril onde o povo erguia a sua alegria, no dia seguinte à Revolução dos Cravos. A sua sensibilidade e capacidade para reter os momentos cruciais, num período de exaltação e hino à Liberdade, fizeram dele um retratista de emoções que a história conserva e a memória não esquece.

A exposição é composta por 25 fotografias, um registo para a memória da democracia. “Esta é uma das exposições com mais significado que recebemos em São Vicente. Em todas as fotos, em todas as expressões, conseguimos ver os detalhes da liberdade. É um registo histórico e determinante para a memória da democracia, pelo que agradecemos ao Hugo Delgado e à família permitir à Junta de São Vicente receber estes retratos”, disse Daniel Pinto, presidente da Junta de Freguesia.

A exposição está inserida no âmbito da semana dedicada ao 25 de Abril pela Junta de Freguesia de São Vicente. A autarquia local voltou a assinalar a Revolução dos Cravos com um programa de iniciativas que se estendeu ao longo da semana, em parceria com o Agrupamento de Escolas Sá de Miranda e com o Movimento de Democratas de Braga. Durante a semana, o Executivo de São Vicente distribuiu mensagens pela freguesia alusivas à liberdade e no dia 28 de abril realizou, na Escola Secundária Sá de Miranda, o debate sobre “A fundação da democracia e a liberdade no presente”, momento que contou com representantes dos partidos fundadores da democracia.

Daniel Pinto frisou que “espero também que ao longo dos próximos dias a população participe nas nossas atividades, queremos e vamos continuar a discutir liberdade”.

O coordenador da Comissão Promotora de Homenagem aos Democratas de Braga, presente na inauguração, recordou que esta exposição faz parte de um projeto dedicado ao malogrado fotojornalista “25+25=50” e anunciou que em outubro serão expostas mais 25 fotografias, no Mercado Municipal de Braga, onde decorreu a primeira parte da exposição.

Paulo Sousa destacou “a necessidade de registarmos para memória futura os depoimentos daqueles que aparecem nas fotografias, classificando este processo de extrema importância para o projeto pedagógico com as novas gerações e as escolas do concelho. A relação intergeracional e fundamental para que não se perca a memória e permita aos jovens de hoje valorizarem a Democracia, a partir do conhecimento do que foi viver sem ela em Portugal”.

O coordenador da Comissão apelou ao presidente de Junta para que registe os contactos dos que se revém nas fotografias de modo a que a Comissão possa recolher os seus depoimentos e dessa forma cumprir um dos objetivos enunciados em maio de 2022 que passa pela edição de um livro com todos os registos obtidos.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES