Segunda-feira, Outubro 3, 2022
25.3 C
Braga
InícioBragaBraga: Descentrar leva tarde cultural à União de Crespos e Pousada

Braga: Descentrar leva tarde cultural à União de Crespos e Pousada

© CM Braga

Está tudo pronto para a União das Freguesias de Pousada e Crespos, em Braga, acolher no sábado, 7 de maio, uma tarde cultural repleta de novas experiências, novas partilhas e novos conhecimentos, com mais uma proposta do programa municipal Descentrar.

É junto ao verde do rio Cávado, no limite nordeste do concelho, que o Descentrar irá apresentar dois espectáculos: o primeiro de circo contemporâneo com a peça “Raiz” pela companhia de Circo Caótico e depois o Concerto Comentado “Música de paz”, pela Sinfonietta de Braga.

A zona envolvente à Igreja Paroquial de Pousada é o palco escolhido para “Raiz”, um espectáculo para toda a família, que vai realizar-se pelas 15:30, num dueto acrobático que conduzirá o público numa experiência com o propósito de pensar o conceito de lugar-comum.

Pelas 17:00, a Igreja Paroquial de Crespos acolhe o concerto comentado “Música de paz”, pela Sinfonietta de Braga. As línguas russa e ucraniana usam a mesma palavra para dizer “Paz”. Já a música, pode transmitir essa mensagem mesmo onde as palavras falham. Numa época em que a retórica nacionalista é instrumentalizada pela reacção soviética ao serviço de interesses imperialistas, o violoncelista João Cunha e a Sinfonietta propõem uma perspectiva sobre a música de idioma nacional da Europa oriental como um apelo à superação de todos os muros.

Natural de Braga, João Tiago Cunha estudou com Raquel Alves e Pavel Gomziakov antes de ingressar na classe de David Cohen, no Conservatoire Royal de Mons – ARTS2 (BE). Ávido músico de câmara, João Cunha já se apresentou no “Festival Les Sons Intensifs 2017” e no Pacific Music Festival, ao lado do violinista Rainer Küchl. Entre 2016 e 2019, integrou a BrittenPears Orchestra, a Pacific Music Festival Orchestra e a Bournemouth Symphony Orchestra. Como bolseiro da Guildhall School of Music and Drama, frequentou a Fellowship in Orchestral Artistry, tendo trabalhado com a London Symphony Orchestra. Desde Janeiro de 2021, é artista residente da Casa da Música enquanto violoncelista da Orquestra Sinfónica do Porto.

Depois do sucesso alcançado em 2021, o programa cultural “Descentrar”, promovido pelo Município de Braga, está, assim de regresso com uma forte aposta na divulgação e promoção efectiva do património cultural e natural concelhio, através de novas criações artísticas e abordagens contemporâneas.

O Descentrar 2022 vem acompanhado de mais música, mais teatro, mais circo e mais eventos em muitos mais espaços do concelho. No total, a programação cultural vai chegar a treze freguesias, praticamente o dobro das localidades abrangidas pelo programa no ano passado. Todas as iniciativas culturais são de entrada livre, embora limitada e condicionada à lotação do espaço em que decorrem.

Ruílhe foi o primeiro palco, seguindo-se a 7 de maio as freguesias de Crespos e Pousada. O Descentrar segue depois para Vilaça e Fradelos, Lomar e Arcos, Espinho, Cabreiros e Passos (S. Julião), Este (S. Pedro e S. Mamede), Arentim e Cunha, Lamas, Tebosa, Escudeiros e Penso (Sto. Estevão e S. Vicente), Mire de Tibães e Nogueira, Fraião e Lamaçães.

Até dezembro serão promovidos cerca de 30 eventos, num programa cultural único, desenhado para cada local através de um conjunto de espectáculos de novo circo e de teatro, concertos, visitas-guiadas a espaços patrimoniais e concertos comentados de música clássica e erudita.

Programa na íntegra disponível aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS