Sexta-feira, Maio 24, 2024
24.3 C
Braga
PaísSegurança RodoviáriaAutoridades lançam campanha para sensibilizar motociclistas

Autoridades lançam campanha para sensibilizar motociclistas

Haverá uma ação de sensibilização na EN14, em Celeirós.

DR

A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, a GNR e a PSP lançam amanhã a Campanha de Segurança Rodoviária “2 Rodas: Agarre-se à Vida”, inserida no Plano Nacional de Fiscalização de 2024, para sensibilizar os motociclistas.

A decorrer entre os dias 19 e 24 de março, a campanha tem como objetivo alertar os condutores de duas rodas a motor para “uma condução segura, cumprindo as regras do Código da Estrada e evitando comportamentos de risco, como a condução sob influência do álcool, o excesso de velocidade e a incorreta utilização dos dispositivos de segurança”.

A campanha “2 Rodas: Agarre-se à Vida” integrará ações de sensibilização da ANSR em território continental e dos serviços das administrações regionais da Região Autónoma dos Açores e da Região Autónoma da Madeira, assim como operações de fiscalização, pela GNR e pela PSP, com especial incidência em vias e acessos com elevado fluxo rodoviário e de acordo com o PNF de 2024, de forma a contribuir para a diminuição do risco de ocorrência de acidentes e para a adoção de comportamentos mais seguros por parte dos condutores.

As ações de sensibilização ocorrerão em simultâneo com operações de fiscalização nas seguintes localidades:

  • Dia 19 de março, às 15:00: IC2 – Km 176.2 N/S – Condeixa;
  • Dia 20 de março, às 09:30: Praça da República – Porto;
  • Dia 21 de março, às 07:00: EN14 – Celeirós;
  • Dia 22 de março, às 10:00: Rua Principal – S. Domingos de Rana, Cascais.

A ANSR, a GNR e a PSP relembram que “os utilizadores de motociclos e de ciclomotores, quando envolvidos em acidentes rodoviários, têm um risco mais elevado de sofrer consequências graves do que as pessoas que circulam noutros veículos. Este risco deve-se à sua vulnerabilidade por não possuírem a proteção do habitáculo. O uso de capacete de modelo homologado, devidamente apertado e ajustado, reduz em 40% o risco de morte em caso de acidente. A utilização de outros equipamentos de proteção como luvas, botas, blusão com proteções, calças com proteção CE e airbag, contribuem para reduzir a gravidade das consequências em caso de acidente”.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES