Sábado, Maio 28, 2022
20 C
Braga
InícioBragaAtivistas exigem justiça climática em Braga

Ativistas exigem justiça climática em Braga

© A Rebelião Climática

A Rebelião Climática, um novo coletivo de ativistas de Braga, participou na concentração por justiça climática que teve lugar na sexta-feira, na Praça da República, naquela que foi a primeira iniciativa do grupo. Os ativistas exigem “respostas coletivas que ponham a vida à frente do lucro”.

Alexandre Monteiro, ativista da Rebelião Climática, interveio na iniciativa organizada pela Greve Climática Estudantil de Braga, lembrando que “as emissões de gases com efeito de estufa continuam a aumentar porque o lucro se está a sobrepor às nossas vidas e às vidas das gerações futuras”.

“Avança a destruição do planeta para que as petrolíferas e os grandes grupos económicos garantam os seus lucros”, concretizou Alexandre Monteiro.

Apelando à mobilização, o ativista defendeu que “temos de exigir muito mais nos sítios onde vivemos, nos sítios onde podemos fazer a diferença. E isso quer dizer que temos de mudar o que se passa aqui em Braga, o que se passa no nosso distrito e na nossa cidade”.

“Todos passamos pelo pesadelo dos engarrafamentos em Braga. Os carros são os responsáveis pela maioria das emissões na cidade, poluem o ar e tornam a vida na cidade um inferno. Braga é para os carros ou é para as pessoas?”, perguntou.

Apontando soluções para tirar carros das ruas, o ativista propôs que o município dê prioridade ao investimento em transportes públicos coletivos de qualidade e a uma rede de vias cicláveis segura que ligue toda a cidade.

“Vamos permitir que continuem a circular autocarros velhos e poluentes em Braga, em vez de autocarros elétricos, acessíveis, confortáveis e que chegam a toda a gente? Vamos permitir que as nossas viagens de bicicleta para a escola e trabalho sejam perigosas, feitas no meio dos carros, porque não existe uma rede de ciclovias segura? Esta cidade é o paraíso dos carros e o pesadelo das pessoas. Exigimos mudanças ao executivo municipal. São as nossas vidas que estão em jogo”, finalizou.

Na próxima iniciativa, a Rebelião Climática vai organizar um ciclo de cinema em Braga sobre justiça climática que terá início no dia 21 de abril, às 21:00, em local a anunciar.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS