Vila Verde: EM 537 em obras para melhor acessibilidade à zona Norte do concelho
Domingo , Outubro 25 2020 Periodicidade Diária nº 2615
Principal / Região / Vila Verde / Vila Verde: EM 537 em obras para melhor acessibilidade à zona Norte do concelho

Vila Verde: EM 537 em obras para melhor acessibilidade à zona Norte do concelho

A requalificação da rede viária concelhia é uma das grandes prioridades da Câmara Municipal de Vila Verde que está já a concretizar as obras em vias consideradas estruturantes para o efetivo desenvolvimento local.

Uma dessas vias é a EM 537, que liga as freguesias de Pico de Regalados e Gomide, e que sofrer uma profunda intervenção para reabilitação do piso e criação de condições para que a circulação rodoviária se faça com maior comodidade e segurança.

António Vilela, presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, e os presidentes das Autarquias da União de Freguesias de Sande, Vilarinho Barros e Gomide e Freguesia de Pico S. Cristóvão, realizaram uma visita ao local para se inteirarem do avanço das obras de reabilitação em curso.

A obra está contemplada no plano de requalificação de vias estruturantes que vão beneficiar de um investimento global superior a três milhões e meio de euros e que abrange igualmente a repavimentação de outras estradas, caminhos e ruas municipais:

  • EM 531-2 – Coucieiro e Atães;
  • EM 532-2; Revenda, em Travassós, a Godinhaços;
  • EM 566 – Ponte Nova, da Loureira à Lage;
  • Rua das Vinhas – Vila Verde a Turiz;
  • Rua 25 de Abril – Vila Verde a Barbudo;
  • CM 1179 – Parada de Gatim a Freiriz;
  • CM 1167 – Freiriz a Escariz;
  • Rua Eng. Adelino Amaro da Costa e Dr. Ant. Ribeiro Guimarães – Vila Verde;
  • Rua Bouça Penedo – Cervães.

António Vilela sublinha que “sem prejuízo da máxima atenção e apoio que no concelho de Vila Verde estão a ser concedidos às pessoas, instituições e empresas, nesta difícil fase de pandemia que Portugal e o mundo enfrentam, prosseguem os esforços e os investimentos absolutamente prioritários para que o território, todos os dias, possa dar passos decisivos no sentido do progresso e da melhoria das condições de vida da população”.

“A modernização das estradas, através da reabilitação do piso e da realização das necessárias ampliações e correções de traçado, a par da aposta nas sinalizações vertical e horizontal, revelam-se fundamentais para a circulação célere e segura de automobilistas e peões, acrescentando valor à atratividade e à competitividade do território”, finalizou o autarca.