Segunda-feira, Maio 20, 2024
17.8 C
Braga
AtualidadeUMinho atribui Honoris Causa a Dava Newman e José Ramos

UMinho atribui Honoris Causa a Dava Newman e José Ramos

Dava Newman / José Ramos © DR

A UMinho atribui, na próxima sexta-feira, dia 19 de maio, o doutoramento Honoris Causa à norte-americana Dava Newman e ao empresário José Ramos. O momento acontecerá às 16:00, no campus de Azurém, em Guimarães, numa cerimónia também transmitida no canal de Youtube da UMinho.

Dava Newman destaca-se como engenheira aeroespacial biomédica e é especialmente conhecida pela conceção de um inovador fato espacial, o BioSuit. Foi ainda a investigadora principal em quatro missões a bordo do vaivém espacial russo, na Estação Espacial Mir e na Estação Espacial Internacional. Atualmente é diretora do MIT Media Lab e professora no MIT – Instituto de Tecnologia de Massachusetts. Foi também diretora do MIT Portugal por duas ocasiões (2011/2015 e 2018/2021).

Newman foi também nomeada por Barack Obama administradora adjunta da NASA, tornando-se a primeira mulher engenheira a desempenhar este cargo. Muito ligada ao desporto, detém um recorde mundial de velocidade de hidrofólio com propulsão humana, tendo ainda corrido a maratona de Boston em 2014. Fez igualmente uma circunavegação do mundo, levando ideais educacionais sobre ciência, tecnologia e mudanças globais a estudantes do globo, e recentemente fundou a EarthDNA, uma plataforma que pretende criar uma relação saudável entre pessoas, tecnologia e o planeta.

José Ramos é o atual CEO do grupo Salvador Caetano, presidente da ACAP – Associação Automóvel de Portugal e licenciado em Engenharia Metalúrgica pela Universidade do Porto. Durante o serviço militar chegou a lecionar na Escola Industrial de Alcanena, função que desempenhou até entrar na Salvador Caetano em 1968.

Em 2002, foi nomeado cônsul geral honorário do Japão no Porto pelo seu importante papel na promoção das relações entre os dois países. Em 2009 foi agraciado com a Medalha de Honra da Cidade de Vila Nova de Gaia. Em 2015 recebeu a distinção “Ordem do Sol Nascente, Raios de Ouro com Laço” pelo Imperador do Japão e em 2018 o prémio do Kaizen Institute Portugal, pelo seu envolvimento numa cultura empresarial de melhoria contínua. Mais recentemente foi galardoado como Personalidade do Ano 2020, pela SIC/Expresso e com o Prémio Reconhecimento 2022, dos Prémios Auto Observador. 

UMinho já atribuiu 19 honoris causa

Hans Flasche (1979), Cornelio Sommaruga, Eurico Dias Nogueira, Émile Noel, Eurico Teixeira de Melo (todos em 1990), José Veiga Simão (1994), Joaquim Pinto Machado, Francisco Carvalho Guerra, José Luís Encarnação (todos em 2002), Joaquim Chissano (2005), Joseph Gonnella, Marcel de Botton, Michel Maffesoli (todos em 2011), Nuno Portas (2012), Ramón Villares (2015), Gene Grossman (2016), Álvaro Laborinho Lúcio, Frei Bento Domingues (ambos em 2019) e Angel Carracedo (2020).

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES