Domingo, Setembro 19, 2021
18.2 C
Braga
InícioBragaSOS Árvores de Braga acusa Câmara de abate de árvores junto ao...

SOS Árvores de Braga acusa Câmara de abate de árvores junto ao Pavilhão das Goladas

SOS Árvores de Braga

O movimento SOS Árvores de Braga acusou a Câmara Municipal de abater árvores na envolvente do Pavilhão das Goladas, em São Victor.

Numa carta aberta ao presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, o movimento afirmou que desde o ano de 2013 “foram abatidas cerca de metade das árvores presentes no local, sem justificação conhecida e sem qualquer replantação local”.

Pedro Augusto, do movimento SOS Árvores de Braga, alertou que o abate de árvores “agravam os fenómenos climáticos”. “É mais um exemplo da falta de um Regulamento do Arvoredo Urbano que colmate os efeitos da ignorância da importância das árvores e das regras para a sua boa gestão. Esta ação arboricida é agravada pela atual emergência climática, que tem aumentado a frequência de fenómenos climáticos extremos. Mais dias de calor extremo, incêndios, chuvadas intensas, inundações, perda de bens e vidas. As árvores fixam a água subterrânea, filtram a poluição atmosférica, atenuam o ruído, suavizam os extremos climáticos, combatem as ilhas de calor, contribuem para o bem-estar e saúde dos cidadãos. Não menos importante, as árvores fixam o carbono responsável pelas alterações climáticas, libertando novamente quando morrem”, disse.

O movimento SOS Árvores de Braga reivindicou que “seja rapidamente criado e implementado o ‘Regulamento do Arvoredo Urbano'” para consulta pública prévia a qualquer projeto ou abate, lamentando “o corte de centenas de árvores que foram abatidas nos últimos anos”.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS