Segunda-feira, Agosto 15, 2022
17.3 C
Braga
InícioPaísSantuário de Fátima lança corrente de oração pela Paz na Ucrânia

Santuário de Fátima lança corrente de oração pela Paz na Ucrânia

DR

O Santuário de Fátima promove esta semana uma corrente de oração pela Paz na Ucrânia. A iniciativa do Santuário é uma resposta ao apelo feito por D. António Marto na Missa da Festa dos santos Pastorinhos de Fátima, que decorreu este domingo, na Basílica da Santíssima Trindade.

“Deste Santuário da Paz faço um apelo a vós aqui presentes e a todos os católicos do país para iniciarem uma corrente de oração do rosário nesta semana, em forma individual, familiar ou comunitária, pela paz na Ucrânia”, afirmou o administrador apostólico da diocese de Leiria-Fátima.

“Face a este apelo concreto, na fidelidade ao que é próprio deste Santuário, peço que todos os capelães façam explícita referência a esta intenção na oração do terço, no Santuário, ao longo de toda esta semana: seja o terço das 12:00, seja o das 21:30”, afirma o reitor, padre Carlos Cabecinhas, ao lembrar que “a oração pela Paz faz parte da mensagem de Fátima e é prática diária do Santuário”.

Esta intenção será igualmente lembrada aos sacerdotes que presidem ao terço das 18:30, que é transmitido pelos órgãos de comunicação social.

Na homilia de domingo, o cardeal português, juntando a sua voz à do Papa Francisco lembrou as dificuldades que o mundo atravessa.

“No difícil contexto atual que o mundo conhece e atravessa, após longo período de fragilidades, feridas, incertezas, luto e medos em que paira uma ameaça de guerra, é necessário despertar da indiferença, da apatia, do cansaço espiritual, do desânimo que pode levar ao fatalismo”, afirmou sublinhando que “diante das dificuldades é a força da humildade que pode transformar o mundo”.

“Por vezes somos levados a pensar que só os poderosos (os poderes económico-financeiros e políticos) podem transformar o mundo. Mas Deus conta com os pequenos e os humildes, com a força de fá na sua misericórdia, com o testemunho da conversão e da compaixão, com a força da oração para renovar o mundo. Somos chamados a olhar o futuro com confiança, reconstruindo as relações entre as pessoas e os povos, como Bons Samaritanos que cuidam dos feridos e ajudam a curar as feridas do nosso tempo”, explicitou.

Esta iniciativa do Santuário estender-se-á durante toda a semana.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS