Domingo, Outubro 17, 2021
20 C
Braga
InícioBragaRicardo Rio defende que residência universitária na Fábrica Confiança “deve ser apoiada...

Ricardo Rio defende que residência universitária na Fábrica Confiança “deve ser apoiada por todas forças”

© Juntos por Braga

Ricardo Rio, candidato da coligação Juntos por Braga à Câmara Municipal, defendeu, após uma reunião com a Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM), que a instalação de uma residência universitária, com capacidade para 600 estudantes, nas antigas instalações da Fábrica da Confiança devia ser “projeto de interesse comum”.

“Só com esse projeto duplicamos a capacidade instalada de camas na cidade de Braga. É de notar o alinhamento estratégico entre a candidatura da coligação, a AAUM e Universidade do Minho, no sentido de privilegiar a importância daquela intervenção e de não ter qualquer condescendência para a sua não concretização. Acho que devia existir uma mobilização de todas forças políticas para exigir que esse projeto seja uma realidade e mais depressa quanto possível”, frisou Ricardo Rio.

O candidato da coligação, que junta PSD, CDS-PP, PPM e Aliança, destacou que a possibilidade de tornar a antiga escola da Francisco Sanches em residência “é um projeto completamente descartado, pois ali será instalado um Centro Cultural e o Arquivo Municipal”.

Para além das “preocupações com a habitação universitária em Braga”, a AAUM falou sobre a mobilidade suave.

“A questão da mobilidade é muito importante porque pode tornar a universidade mais sustentável retirando o volume de carros do campus, aligeirando o trânsito no acesso com o reforço do sistema de transporte mais amigo do ambiente. Seja com viaturas elétricas ou o Metro bus”, apontou Ricardo Rio, defendendo uma “estação” de transporte público dentro do campus com ligação ao hospital.

Apesar da AAUM reconhecer que “nos últimos oito anos têm sido criadas condições para a fixação de jovens licenciados em Braga, esta não deixou de assumir a necessidade de um reforço”.

Ricardo Rio revelou que “o Innovation Eco Village é um projeto que pretende acomodar milhares de postos de trabalho”. “Um projeto que ficará instalado na antiga Quinta dos Peões e que visa captar empresas inovadoras e tecnológicas. Um projeto importante para a nossa economia e que reforça o desenvolvimento do nosso concelho. Que vai beber de todo o potencial da Universidade do Minho e que vai comandar milhares de postos de trabalho”, destacou.

Por sua vez, o presidente da AAUM, Rui Oliveira, considerou que “face aos projetos em curso podem minimizar os atuais problemas em torno da mobilidade, residência e fixação de jovens”.

Rui Oliveira deu nota que a futura sede da AAUM “já tem o projeto em curso, estando apenas por ultrapassar algumas questões relacionadas com a futura co-habitação do espaço dos diferentes grupos culturais”. O presidente da AAUM defendeu, ainda, a criação de circuitos pedonais seguros entre o campus e o centro.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS