Ricardo Rio desafia forças políticas a apoiar candidatura de António Cunha à CCDR-N
Terça-feira , Outubro 20 2020 Periodicidade Diária nº 2610
Principal / Notícias / Ricardo Rio desafia forças políticas a apoiar candidatura de António Cunha à CCDR-N

Ricardo Rio desafia forças políticas a apoiar candidatura de António Cunha à CCDR-N

CMB

Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, desafiou as forças políticas que compõem o Executivo Municipal a apoiar a candidatura de António Cunha à presidência da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N).

No final da reunião do Executivo, que decorreu esta segunda-feira, o autarca disse que o ex-reitor da Universidade do Minho é “uma excelente solução” para o cargo.

“Este foi um processo que não foi gerido da melhor forma, desde logo pelas principais estruturas partidárias, mas que acaba por redundar numa excelente solução final. António Cunha é uma personalidade com enormíssima capacidade que tem sido demonstrada nos diversos contextos em que atuou, quer enquanto reitor da Universidade do Minho, quer na interação com vários domínios empresariais e científicos em que tem estado envolvido”, salientou Ricardo Rio.

“António Cunha é a pessoa certa para impulsionar o desenvolvimento do Norte do país. É um concretizador e trata-se de alguém com uma capacidade de mediação e de interlocução com todos os agentes. Enquanto presidente de Câmara e cidadão, revejo-me nesta candidatura e julgo que os restantes membros do Executivo o deveriam fazer, uma vez que a sua eleição não será positiva apenas para Braga, mas também para a região e para o país”, acrescentou o edil.

Ricardo Rio entendeu reconhecer o trabalho desenvolvido por Freire de Sousa, actual presidente daquele organismo. “Todos sabemos as dificuldades com que a CCDR-N se confronta e que impedem que muitas vezes acorra atempadamente ao cumprimento das suas obrigações, mas a verdade é que o atual presidente teve um papel crucial no apaziguamento das relações entre diferentes instituições e setores na região e apoiou, de forma decisiva, o anterior processo de reprogramação dos Fundos Comunitários, com resultados muito benéficos para o território”, concluiu.

A eleição à presidência da CCDR-N está marcada para o dia 13 de outubro, sendo que os eleitores são as Câmaras Municipais da região Norte.

As Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) foram criadas em 2003 e são organismos autónomos administrativa e financeiramente, visando o desenvolvimento integrado e sustentável das regiões, contribuindo para a competitividade e coesão do território nacional. Atualmente existem cinco CCDR, que abrangem todo o território continental.