Terça-feira, Agosto 9, 2022
20.3 C
Braga
InícioAtualidadePró-reitor da UMinho nomeado para comité europeu de ensino e aprendizagem

Pró-reitor da UMinho nomeado para comité europeu de ensino e aprendizagem

© UMinho

Manuel João Costa, pró-reitor da Universidade do Minho (UMinho) para os Assuntos Estudantis e Inovação Pedagógica, foi eleito para o Comité para a área de Aprendizagem e Ensino (Learning & Teaching Steering Committee) da European University Association (EUA).

Os Comités de Coordenação da EUA têm como missão orientar as suas iniciativas em áreas específicas onde é necessária experiência de alto nível. Estes incluem a política de investigação e inovação, educação doutoral e aprendizagem e ensino. Uma das competências do comité de aprendizagem e ensino passa pela organização anual do Fórum Europeu de Aprendizagem e Ensino, que este ano irá decorrer nos dias 17 e 18 de fevereiro, no sentido do promover o intercâmbio de experiências entre os vários membros da EUA. O comité irá ainda organizar ao longo do ano grupos de trabalho interinstitucionais para partilha de experiências e boas práticas e desenvolver documentos orientadores sobre várias temáticas emergentes no contexto do ensino superior.

Manuel João Costa foi um dos dirigentes de instituições de ensino superior selecionado a partir da sua experiência na supervisão e implementação de atividades de inovação no ensino a nível institucional e familiarização com o trabalho da EUA, decorrente da presença, desde 2019, enquanto representante da UMinho, em diversos fóruns e grupos de trabalho da EUA. Nos próximos dois anos o pró-reitor da UMinho fará parte de uma equipa responsável por orientar a ação da EUA na área especifica, à escala europeia, estimulando partilhas entre as várias instituições de ensino a conversar entre si. O objetivo é o de promover e potenciar a capacidade institucional de adotar reformas estruturais nas lógicas de ensino e aprendizagem.

As atividades da EUA visam melhorar a qualidade e a relevância da oferta de ensino superior, salientam a importância da aprendizagem e do ensino como uma missão central do ensino superior e a necessidade de mais paridade com as atividades de investigação e defendem que as atividades de ensino e aprendizagem sejam orientadas para a aprendizagem e o sucesso dos alunos. Nesse sentido, a organização europeia defende que as instituições de ensino superior que a compõem estejam mais atentas ao próprio processo de aprender e ensinar, impulsionando desenvolvimentos na aprendizagem e no ensino através de uma estreita colaboração generalizada com os principais grupos interessados, incluindo os decisores políticos nacionais e europeus.

Docência + destacado como exemplo de boas práticas

O Docência +, iniciativa que junta a UMinho, através do Centro IDEA e a Universidade de Aveiro (UA), através do Núcleo de Ensino e Aprendizagem do Gabinete do Reitor, consiste num projeto que trabalha a inovação pedagógica e que tem como destinatários os docentes e investigadores com atividade que partilham experiências pedagógicas e de transformação de unidades curriculares entre si. Graças ao sucesso da iniciativa – que foi lançada em 2019 -, o Docência + foi uma das boas práticas selecionadas para ser apresentado no Fórum Europeu de Ensino e Aprendizagem.

A EUA representa mais de 800 universidades e conferências nacionais de reitores em 48 países. Esta organização tem um papel importante na emissão de recomendações, assim construção das políticas da União Europeia no que diz respeito ao ensino superior, investigação e inovação. Além disso, a EUA dá voz às universidade europeias, através de uma interação com outras instituições europeias e internacionais.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS