Sábado, Outubro 23, 2021
16.2 C
Braga
InícioRegiãoPóvoa de LanhosoPóvoa de Lanhoso quer criar novo caminho de Santiago de Compostela

Póvoa de Lanhoso quer criar novo caminho de Santiago de Compostela

CM Póvoa de Lanhoso

Cinco peregrinos, provenientes da Póvoa de Lanhoso, percorreram o Caminho que Leon de Rosmithal fez entre Freixo de Espada à Cinta e Braga, num percurso de cerca de 220 quilómetros. Durante o trajeto, que foi completado hoje, dia 28 de junho, o grupo foi recebido pelo presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Avelino Silva, nos Paços do Concelho, e pelo Arcebispo Primaz, D. Jorge Ortiga, na Sé de Braga.

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso pretende “lançar as raízes para a criação de um novo caminho de Santiago de Compostela com base nas crónicas da viagem de Leon de Rosmithal, realizada no século XV”. Desta forma, a peregrinação que hoje terminou “destinou-se já a fazer o reconhecimento do terreno”.

Leon de Rosmithal, Barão de Blatna, cunhado de Jorge de Podiebrad, rei da Bohemia (reino dissolvido e integrado na República Checa), iniciou, a 26 de novembro de 1465, uma peregrinação até ao túmulo do apóstolo Santiago Maior, em Santiago de Compostela, com passagem por Portugal. Nesta viagem, fez-se acompanhar por 40 pessoas e 52 cavalos e trazia uma carta de Dona Leonor de Portugal, casada com Frederico III, Imperador Sacro Império Romano-Germânico para entregar a seu irmão, Rei Afonso V.

Entrando em Freixo de Espada à Cinta, já em 1466, atravessou Portugal na diagonal até passar pela Póvoa de Lanhoso, onde um dos seus cronistas descreve a terra e o estado do Castelo de Lanhoso. Em Braga, a comitiva foi acolhida pelo rei Afonso V e recebeu estadia. Daqui, seguiu a sua missão em direção a Ponte de Lima, tomando o Caminho Central Português.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS