Sexta-feira, Fevereiro 3, 2023
7.8 C
Braga
InícioBragaParque de Campismo e Caravanismo de Braga registou 21.320 dormidas em 2022

Parque de Campismo e Caravanismo de Braga registou 21.320 dormidas em 2022

© CM Braga

O Parque de Campismo e Caravanismo de Braga retomou no ano de 2022 o percurso de crescimento que vinha a trilhar nos anos anteriores à pandemia, quer no número de hóspedes, no total de dormidas, bem como na receita alcançada.

Quando comparado com 2019, o equipamento registou no ano passado um aumento de 11% no número de hóspedes e de 20% nas dormidas. Este crescimento reflete-se nas receitas geradas no Parque de Campismo que, em 2022, se fixaram num total de 145 893,49 euros. A receita traduz um aumento de 31% face a período homólogo de 2019 (pré-pandemia) e de 165% face a 2021.

Em comunicado, a Câmara de Braga afirma que “para estes resultados, muito tem contribuído o investimento que o Município tem realizado neste equipamento municipal, com destaque para a obra da infraestrutura de apoio ao Parque das Camélias. Foi também realizada uma intervenção no edificado da recepção e bloco sanitário 1, colocação de cobertura vegetal, por forma a mitigar as variações térmicas do edifício”.

Por outro lado, o Parque de Campismo e Caravanismo de Braga passou a integrar o Registo Nacional dos Empreendimentos Turísticos (RNET) e o Registo Nacional de Turismo (RNT), junto do Turismo de Portugal. “Este facto vai permitir concorrer a vários programas e certificações de qualidade e sustentabilidade ambiental, entre outros na área do turismo”, acrescenta. Ao longo do ano passado foi também atualizado o plano de segurança do equipamento.

Em 2022, o parque recebeu a visita de 9.884 hóspedes, que totalizaram 21.320 dormidas. A média de estadia anual é de 2,16 por noite. Em relação a igual período de 2021, verificou-se um aumento de 168%. Em comparação com período homólogo de 2019, o crescimento é de 20%. Em todos os trimestres, em relação a período homólogo de 2019, (pré-pandemia), o Camping Braga cresceu, com especial enfoque o 1.º e 4.º trimestres, que coincidem com a época baixa, onde se verificou um crescimento de 14% no 1.º trimestre e 83% no 4.º trimestre.

Os visitantes portugueses representam 18,10% (1.788), e os estrangeiros 81,90% (8096). A par de Portugal, França, Espanha, Alemanha e Países Baixos são as nacionalidades mais representadas.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS