Sexta-feira, Abril 16, 2021
22.2 C
Braga
InícioBragaOs Verdes reclamam definitiva despoluição do Rio Torto em Braga

Os Verdes reclamam definitiva despoluição do Rio Torto em Braga

União de Merelim São Paio, Panóias e Parada de Tibães

A deputada Mariana Silva, do Grupo Parlamentar Os Verdes, entregou na Assembleia da República uma pergunta, questionando o Governo sobre as descargas poluentes que causam odores “nauseabundos” na Ribeira de Panóias, cujo afluente é o rio Torto, em Braga.

No passado dia 28 de março, em Mire de Tibães, foi testemunhado por um grupo de cidadãos uma descarga poluente na Ribeira de Panóias, pelo que Os Verdes questionaram o Ministério do Ambiente e da Ação Climática se “tem conhecimento da descarga poluente ocorrida e da existência das denúncias de descargas de dejetos recorrentes”, sendo mais frequentes aos fins de semana.

Relembre-se que a União de Merelim São Paio, Panóias e Parada de Tibães denunciou a poluição existente há vários anos nas águas, tendo reportado a situação à Assembleia da República, à Administração Regional de Saúde do Norte, à Agência Portuguesa do Ambiente, ao Núcleo do Ambiente da Guarda Nacional Republicana, à AGERE e à Câmara Municipal de Braga.

Os Verdes questionaram o Governo se tem conhecimento sobre o levantamento de autos de notícia relativos a episódios de poluição na ribeira de Panóias e quantas ações de monitorização e fiscalização foram realizadas na rede hidrográfica, de forma a identificar focos de poluição e a persuadir eventuais descargas ilegais.

Recorde-se que a Câmara Municipal de Braga anunciou no dia 22 de março uma intervenção para combater a poluição na Ribeira de Panóias, sendo a construção da nova ETAR “a resposta mais importante”.

A Autarquia de Braga afirmou que está a ser negociada uma intervenção de fundo com a Agência Portuguesa do Ambiente para criar baías de retenção a montante do espaço, a fim de reduzir os riscos para a população, e que será feita também uma renaturalizaçao de todas as margens do rio Torto.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS