Segunda-feira, Dezembro 6, 2021
11.2 C
Braga
InícioBragaMoradores das Enguardas insistem na retirada do crematório de Braga

Moradores das Enguardas insistem na retirada do crematório de Braga

Braga TV

Os moradores do Bairro Social das Enguardas, na freguesia de São Victor, Braga, insistem na retirada do crematório instalado no Cemitério Municipal de Monte d’Arcos por uma questão de saúde pública. Os habitantes já denunciaram o cheiro e o fumo que entram dentro das suas habitações, pelo que exigem a retirada do equipamento.

Na Reunião de Câmara, que decorreu esta segunda-feira, a vereadora da CDU, Bárbara Barros, questionou o Executivo sobre uma alternativa para que o funcionamento do Tanatório do Cemitério de Braga “possa ter menor impacto junto das populações”.

“Fizeram-nos chegar algumas queixas sobre a utilização do Tanatório do Cemitério de Braga por parte da população. Os moradores da zona das Enguardas dizem que têm remetido algumas correspondências ao presidente, mas sem resposta até agora. Relativamente ao fumo e ao odor do funcionamento do Tanatório, gostávamos de aproveitar para perguntar se o Município está eventualmente a tratar ou a estudar alguma alternativa para que o funcionamento do Tanatório do Cemitério de Braga possa ter um impacto menor junto das populações que residem ali à volta, nomeadamente nas Enguardas, mesmo ao lado do limite do cemitério”, questionou a vereadora.

Olga Pereira, vereadora da gestão e Conservação de Equipamentos Municipais, informou que irá reunir-se com os moradores e a Junta de São Victor para um eventual esclarecimento aos habitantes quando receber o resultado do Estudo do Impacto Ambiental. “Há realmente um estudo com data marcada e o compromisso que assumimos, mantém-se. Logo que tenhamos o resultado deste estudo, iremos fazer uma reunião quer com a Comissão de Moradores, quer com a Junta de Freguesia, para apresentar os resultados deste trabalho no relatório, como também do resultado da vistoria que oportunamente teve lugar por parte da equipa de técnicos que se deslocou da Inglaterra até aqui para vistoriar o equipamento”, sublinhou Olga Pereira.

Júlio Teixeira, morador do bairro e ex-presidente da Associação de Moradores das Enguardas, garantiu que não vai desistir de lutar para que seja retirado o Tanatório do cemitério, uma vez que “não aguenta com os cheiros e maus odores provocados pelas partículas aquando o equipamento está em funcionamento”.

O morador informou que no passado sábado o PAN esteve reunido com os moradores para averiguar esta situação.

Teste BTV

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS