Quarta-feira, Agosto 10, 2022
26 C
Braga
InícioRegiãoGuimarãesMilhares de pessoas na celebração da história de Guimarães como Dia Um...

Milhares de pessoas na celebração da história de Guimarães como Dia Um de Portugal

© CM Guimarães

Guimarães viveu dias intensos nos últimos dias, com destaque para as comemorações da Batalha de São Mamede de 1128 e a afirmação do 24 de Junho como o Dia Um de Portugal. Presente na sessão solene, o ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, afirmou ser “mais um soldado junto das mais altas instâncias do país”, no repto lançado por Domingos Bragança, a fim de assinalar o dia 24 de Junho como feriado nacional – Dia Um de Portugal.

Na sequência de outras iniciativas, evocativas à celebração da Batalha de S. Mamede, destaque para o regresso da Feira Afonsina, com o tema “Do Condado ao Reino”, com atividades diversas que se estenderam desde o Monte Latito (Castelo e do Paço dos Duques) até Centro Histórico, local a partir do qual cresceu o Burgo de Guimarães, afirmando assim a celebração da história com uma marca de rigor, de recriação e uma marca pedagógica, com a presença de centenas de milhares de visitantes. “As expetativas foram superadas perante a ampla adesão dos visitantes a esta Feira, depois de dois anos de interrupção devido à pandemia, e com expressão significativa em todo o espaço do Centro Histórico”, realçou o Vereador da Cultura e Turismo, Paulo Lopes Silva.

De acordo com duas amostragens efetuadas no sábado (25 de junho), entre as 22:00 e as 23:00, na Rua de Santa Maria, estima-se que tenham passado pela Feira Afonsina cerca de 350 mil pessoas, numa média estimada dos quatro dias do evento. A Feira Afonsina contou com 61 voluntários e 16 companhias/entidades animação (música, teatro e dança) e ainda 8 entidades de áreas temáticas/lúdicas (áreas militar, jogos infantis, clero e representação de ofícios), num total de 165 intervenientes em todas as áreas de animação/temáticas. Referência ainda para os Mercadores, com 71 participantes, desde a área alimentar, artesões e místicos, com a presença de 14 associações de Guimarães.

O programa foi complementado, ainda, com a apresentação de estudos de investigação sobre o período medieval, no decurso da terceira edição das Jornadas Históricas, com o tema “Mesteres e Mesteirais na Idade Média”, a fim de intensificar e fortalecer o conhecimento da história e consolidar o desígnio do 24 de Junho – Dia Um de Portugal, assinalando o feriado nacional das comemorações da Batalha de S. Mamede de 1128.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS