Sexta-feira, Junho 21, 2024
23.9 C
Braga
RegiãoVila Nova de FamalicãoLeica comemora 50 anos em Famalicão com exposição fotográfica inédita

Leica comemora 50 anos em Famalicão com exposição fotográfica inédita

© CM Famalicão

“Não havia outra forma de comemorar os 50 anos da Leica em Famalicão sem ser em comunidade e com os seus colaboradores”, refere o administrador da Leica Portugal, Pedro Oliveira.

A empresa pioneira no desenvolvimento de câmaras, lentes e sistemas de imagem instalou-se há cinco décadas no concelho de Vila Nova de Famalicão, corria o ano de 1973. A data está a ser assinalada e as comemorações tiveram ontem o seu ponto de partida com a inauguração da exposição fotográfica “De Famalicão Para o Mundo: 50 Anos da Leica em Portugal”, na Casa das Artes de Famalicão.

Karin Rehn-Kaufmann, curadora da exposição, diretora de Arte e dretora Internacional das 26 Galerias Leica, fala numa “incrível história de altos e baixos que hoje vive dias bons e auspiciosos”.

“Se nos primeiros tempos a presença alemã era dominante, hoje na fábrica da Leica são só portugueses, incluindo na direção”, acrescenta Pedro Oliveira, realçando “o profissionalismo e qualidade dos recursos humanos do concelho e da região”.

A mostra vai estar patente até ao dia 12 de novembro, de segunda a sexta-feira, das 09:00 às 18:00, com entrada gratuita. Promete cativar entusiastas da arte e da fotografia, ao transportá-los numa viagem através do tempo, da tecnologia e de momentos atemporais eternizados em fotografia, levando-os a mergulhar no mundo da Leica, marca icónica que moldou a forma como vemos e recordamos o nosso mundo.

Presente na inauguração esteve também o presidente da Câmara Municipal, Mário Passos, que aproveitou o momento para felicitar a marca pelo caminho percorrido ao longo das últimas cinco décadas em Vila Nova de Famalicão. “É um orgulho enorme poder contar em Famalicão com uma marca tão prestigiante e mundialmente distinta como a Leica. Mas ainda mais orgulhoso fico quando ouço que na base do sucesso e da força da marca estão os famalicenses”, sustentou o autarca.

Com recurso a fotografias de arquivo, a série “5 Décadas”, a exposição demonstra o compromisso e dedicação, bem como a evolução desta unidade de produção da Leica, nascida em Vila Nova de Famalicão, que iniciou o seu percurso em 1973 com pouco mais de 10 colaboradores.

© CM Famalicão

A série “Um dia”, de Gonçalo Fonseca, fotógrafo documental e curador de Lisboa, especializado em projetos íntimos e de longa duração, apresenta as rotinas da fábrica, cinco décadas após o seu começo.

Pela primeira vez em Portugal, estão em exposição um conjunto de 12 fotografias icónicas de nomes como Ralph Gibson, Steve Mcurry, Joel Meyerowitz, Thomas Hoepker ou Barbara Klemm, vencedores do prémio Leica Hall of Fame, um prémio que celebra a carreira de fotógrafos que contribuíram para o desenvolvimento da marca e da arte fotográfica.

No primeiro andar da Casa das Artes, está patente “Os rostos de hoje”, da autoria do consagrado fotógrafo Michael Agel, série que retrata o rosto de cada um dos colaboradores atuais da Leica em Portugal, pessoas que trabalharam diariamente para o sucesso da empresa ao longo das últimas cinco décadas e que transformaram o tradicional negócio de Wetzlar num empreendimento europeu, que transmite, com paixão, os valores e a precisão da Leica ao mundo.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES