Quinta-feira, Maio 13, 2021
15.4 C
Braga
InícioBragaLançado concurso de 30 milhões para nova ETAR de Braga

Lançado concurso de 30 milhões para nova ETAR de Braga

AGERE

Foi lançado, esta segunda-feira, o concurso público internacional para a construção da nova ETAR de Braga, no valor de 30 milhões de euros.

Em comunicado, a AGERE explica que o investimento da nova ETAR é “prioritário” para a empresa municipal e para a Câmara de Braga, pois “permite aumentar a resiliência do Sistema Cidade de Braga, bem como o reforço substancial da capacidade de tratamento instalada, e ainda pela divisão dos caudais de descarga em duas bacias hidrográficas (Cávado e Ave), mantendo-se, no entanto, a interligação entre os sistemas, permitindo corrigir definitivamente os problemas atuais existentes”.

O principal objetivo do investimento consiste no reforço do Sistema de Tratamento de Águas Residuais do concelho de Braga, “o que só será conseguido com a construção da nova ETAR do Este, que drenará para uma outra bacia, a bacia hidrográfica do rio Ave, e terá capacidade de tratamento dos efluentes de cerca de 200.000 habitantes equivalentes, e, assim, irá eliminar as atuais descargas indevidas, constituindo em conjunto com a ETAR de Frossos, a garantia de capacidade de tratamento e de descarga necessárias para o cumprimento da Diretiva Águas Residuais Urbanas no respetivo Sistema”.

A AGERE esclarece que com esta nova ETAR “serão obtidos elevados benefícios ambientais e de saúde pública, permitindo não só tratar convenientemente as águas residuais do Sistema Cidade de Braga, com um importante impacto no sistema sensível onde se encontra, mas também permitir dividir a descarga de caudais entre as 2 bacias hidrográficas (Cávado e Ave) com inevitáveis benefícios ambientais, visando também contribuir de forma mais resiliente e sustentada para o cumprimento da Diretiva Comunitária e da legislação nacional relativa ao tratamento de Águas Residuais Urbanas”.

A empresa municipal sublinha que a ETAR de Frossos “atingiu já o seu horizonte de projeto, quer ao nível de caudais como de cargas poluentes”, tendo-se inclusive, em determinados períodos “superado as condições de dimensionamento”, pois “não permite encaixar picos de caudal que resultam de condições de elevada pluviosidade, o que gera impactos no meio recetor”.

A construção de uma ETAR no vale do rio Este visa assegurar a proteção do ambiente, contribuindo para a “melhoria da qualidade das massas de água, na medida em que assegurará que a ETAR de Frossos operará dentro das suas condições ideais de tratamento”. “A criação de capacidade incremental de tratamento de águas residuais no Município de Braga, para além do contributo para a melhoria da qualidade das massas de água, incentivará o esforço de aumento da taxa de adesão à rede de saneamento, permitindo acomodar efluentes provenientes do crescimento populacional expectável”, realça a AGERE.

Apoie o jornalismo.

A Braga TV é um canal de informação independente. Todas as notícias e conteúdos são e continuarão a ser disponibilizados gratuitamente.

Para continuar a oferecer um serviço de informação de referência na região, precisamos do apoio dos nossos leitores para continuar a desempenhar o nosso papel de informar.

Precisamos do seu contributo, caro leitor.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS