Domingo, Junho 16, 2024
19 C
Braga
CulturaJá são cohecidas as curtas-metragens finalistas do Ymotion

Já são cohecidas as curtas-metragens finalistas do Ymotion

One Card Shy of a Deck © Filipa Viegas

Já estão selecionadas as curtas-metragens finalistas da competição deste ano do Ymotion – Festival de Cinema Jovem de Famalicão. Das 202 obras submetidas a concurso por jovens cineastas de todo o país, com uma média de idade de 22 anos, foram selecionados 42 trabalhos cinematográficos, grande parte produzidos este ano, que vão competir pelos prémios do Ymotion.

A concorrer pelo prémio principal da competição, “Grande Prémio Joaquim de Almeida”, que envolve um valor pecuniário de 2500 euros, estão 14 curtas-metragens: “Bégan” (2023), de Maria Jorge (Gondomar); “Boredom Cycle” (2023), de Jaime Domingues (Pombal); “Capa De Honras, La Cuonta de L Garotico i L Bielho” (2023) de Rui Falcão (Miranda do Douro); “Férias em Portugal” (2023), de Francisco Torres (Lisboa); “Filhas da Pátria” (2023), de Catarina Almeida (Maia); “Icarus” (2023), de Nuno Mina (Braga); “Limpa a Vista Artista” (2023), de João Rebocho (Charneca da Caparica); “Maelstrom” (2023), de Pedro M. Afonso (Porto); “O Abafador” (2023), de Silvana Torricella (Arcos de Valdevez); “One Card Shy of a Deck” (2023), de Filipa Viegas (Porto); “Pélago” (2023), de Maria Carneiro (Matosinhos); “Só Nós Dois” (2023), de Carolina Aguiar (Lisboa); “Ten With a  Flag” (2023), de Vasco Alexandre (Vila Franca de Xira); e “The Devil Lived Here” (2023), de César Santos (Alverca do Ribatejo).

A competição também inclui a atribuição de prémios na categoria de “Melhor Documentário”, na qual competem cinco curtas-metragens, de “Melhor Animação”, com 12 obras a ‘lutar’ pelo prémio, maioritariamente de realizadores ainda em percurso académico, e na categoria “Escolas Secundárias”, com 11 obras nomeadas.

“Está aqui uma amostra de um possível futuro do cinema português, com rasgo, risco e uma irreverência de estilo”, destaca o comissário do festival, Rui Pedro Tendinha, que participou na pré-seleção das curtas-metragens. “Encontrámos um dos melhores lotes submetidos nesta década para este festival de esperanças. Filmes que apontam uma diversidade revigorante”, acrescenta.

O júri da edição de 2023, presidido pelo argumentista Tiago R. Santos, é composto por Dalila Carmo (atriz), Daniel Catalão (jornalista e apresentador da RTP), Vicente Alves do Ó (realizador e argumentista), Bruno Caetano (produtor cinematográfico), Diana Duarte (autora, jornalista e apresentadora de televisão) e Ricardo Leite (realizador, produtor e argumentista).

Recorde-se que Maria de Medeiros é a grande homenageada da 9.ª edição do Ymotion – Festival de Cinema Jovem de Famalicão, que se realiza de 29 de novembro a 2 de dezembro, com sessões na Fundação Cupertino de Miranda, em Famalicão, e na Fundação Castro Alves, em Bairro.

Para além da homenagem à atriz e realizadora portuguesa, que será um dos pontos altos da sessão de encerramento do festival, a 2 de dezembro, destaque, igualmente, para a presença do músico Rui Reininho, do escritor Valter Hugo Mãe e do ator João Gonzalez na semana principal do Ymotion 2023.

Consulte a lista completa das curtas-metragens em competição no Ymotion aqui.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES