Domingo, Julho 25, 2021
16.2 C
Braga
InícioBragaIX Marcha pelos direitos LGBTQIAP+ de Braga sai à rua no sábado

IX Marcha pelos direitos LGBTQIAP+ de Braga sai à rua no sábado

© Braga Fora do Armário

O coletivo Braga Fora do Armário (BFA) organiza no sábado, 17 de julho, às 17:00, a IX Marcha pelos Direitos LGBTQIAP+. Subordinada ao lema “Liberdade é ter condições para sair do armário”, a marcha reivindica direitos “ainda por conquistar em Portugal” e manifesta o seu apoio a toda a comunidade LGBTQIAP+ mundial que continua “a sofrer múltiplas opressões”.

Devido ao atual cenário pandémico, a organização do Braga Fora do Armário decidiu começar a marcha no Parque da Ponte, de modo a garantir o distanciamento físico. A marcha segue pela Avenida da Liberdade e termina na Praça da República, “num percurso muito mais amplo, onde será possível garantir o distanciamento físico de modo a evitar qualquer contágio”.

“Duas semanas depois de, aqui na vizinha Galiza, ter ocorrido o assassinato de Luiz Muñiz, por 13 indivíduos enquanto gritavam “maricón” (maricas), é urgente voltar a ocupar as ruas para lembrar a comunidade que as violências contra pessoas LGBTQIAP+ continuam, as discriminações e desigualdades continuam, e, não é porque não as vemos nas nossas bolhas sociais que está tudo bem”, relembra a organização.

Com início marcado para as 17:00, no Parque da Ponte, todas as pessoas estão convidadas a marchar “por um futuro mais igual, pacifico, justo para todos e todas”. Recorde-se que no ano passado, a organização não ocupou as ruas da cidade de Braga, devido à pandemia da Covid-19.

O Braga Fora do Armário surgiu em 2013, depois da realização da I Marcha pelos Direitos LGBTQIAP+, que juntou cerca de 300 pessoas. Desde então, tem vindo a realizar inúmeras atividades com o objetivo de debater, desmistificar e esclarecer dúvidas relacionadas a comunidade LGBTQIAP, “que vivem ainda sob o risco permanente do assassinato em muitos países de pessoas pertencentes a comunidade LGBTQIAP+, da discriminação, do insulto, da agressão e do ostracismo, quer a nível social e profissional, como também a nível jurídico e religioso”.

Mais informações aqui.

Apoie a Braga TV

O apoio dos nossos leitores é fundamental para garantir que a Braga TV continue a ser um canal de informação de referência na região.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS