Sexta-feira, Setembro 17, 2021
16.6 C
Braga
InícioBragaHugo Pires acusa Câmara de Braga pelo "mau estado" da EB 2,3...

Hugo Pires acusa Câmara de Braga pelo “mau estado” da EB 2,3 Frei Caetano Brandão

PS Braga

Hugo Pires, candidato do Partido Socialista à presidência da Câmara Municipal de Braga, visitou esta segunda-feira a Escola Básica 2,3 Frei Caetano Brandão, na freguesia de Maximinos, tendo ficado “negativamente surpreendido com o mau estado em que se encontra”.

O candidato considera “inadmissível que a Autarquia esteja há mais de 15 meses votada ao silêncio, sem qualquer diálogo com os responsáveis da Escola Básica 2,3 Frei Caetano Brandão”.

“As escolas e os seus responsáveis, sejam os professores ou os representantes dos pais e educadores, merecem-nos todo o respeito institucional, não apenas como munícipes, mas também como parceiros na educação das novas gerações. O mínimo que tem de existir é diálogo entre as partes, para a partir daí se concertarem as soluções possíveis para os problemas que há para resolver”, disse Hugo Pires.

O candidato socialista afirma que a educação é uma das áreas que “merecerá sempre uma atenção prioritária, tal como a habitação, os transportes, a ação social e o apoio à família”. Hugo Pires lamenta pelo “vasto número de situações que dificultam o dia-a-dia nas instalações desta escola TEIP (Territórios Educativos de Intervenção Prioritária)”.

Numa visita guiada pelo presidente da Associação de Estudantes e acompanhada pelo diretor do Agrupamento de Escolas de Maximinos, pela coordenadora da escola e pela presidente da Associação de Pais e Encarregados de Educação, Hugo Pires constatou o “enorme contraste entre o projeto educativo aqui desenvolvido, uma referência de integração na comunidade, e as condições de trabalho que são disponibilizadas aos agentes educativos e aos alunos”.

“Recuso-me a admitir que o facto de a EB 2,3 Frei Caetano Brandão serve prioritariamente uma comunidade eventualmente menos exigente e socialmente mais humilde possa justificar a falta de atenção que a Câmara Municipal de Braga lhe está a dedicar. Isso nunca seria admissível e tudo faremos para que a Autarquia assuma as suas responsabilidades e proceda às intervenções necessárias e urgentes”, disse.

Hugo Pires menciona que “as carências da escola vão desde os pisos extremamente irregulares às múltiplas e perigosas barreiras arquitetónicas, da falta de espaços cobertos para recreio à deplorável condição dos espaços para prática desportiva, das pequenas reparações interiores à da falta de casas de banho com acesso para portadores de deficiência. Tudo isto numa escola de referência para cegos, frequentada por cerca de 500 alunos, entre eles muitos estrangeiros, refugiados, membros de minorias étnicas”.

O candidato socialista acusa a Câmara Municipal de Braga de “falhar completamente a sua missão” e que na sua lista do Partido Socialista “a educação será sempre prioritária”.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS