Domingo, Julho 14, 2024
15.1 C
Braga
RegiãoGuimarãesGuimarães: Vitrus vence Prémio Essência do Ambiente na categoria de Boas Práticas

Guimarães: Vitrus vence Prémio Essência do Ambiente na categoria de Boas Práticas

O processo de recolha e distribuição de lenha pelas escolas básicas de Guimarães foi reconhecido pelo júri.

© Vitrus

A Vitrus Ambiente foi distinguida a nível nacional com o Prémio Essência do Ambiente, na categoria de Boas Práticas, com o projeto de recolha e distribuição de lenha. A cerimónia de entrega de prémios decorreu esta terça-feira, em Ermesinde, no âmbito do programa que assinala o Dia Mundial do Ambiente.

O presidente do Conselho de Administração da Vitrus, Sérgio Castro Rocha, destacou o “orgulho pelo reconhecimento do trabalho efetuado por uma vasta equipa”, enaltecendo a “capacidade e profissionalismo de todos os colaboradores da Vitrus em servir a população de Guimarães com eficiência nos vários serviços desempenhados no âmbito das responsabilidades e compromissos assumidos pela empresa municipal”. Sérgio Castro Rocha ressalvou ainda que “mais do que os prémios e distinções, o importante é o caminho que estamos a trilhar no sentido de contribuir para o futuro ambientalmente sustentável e proporcionar o bem-estar das pessoas”.

Os prémios Essência do Ambiente assumem a missão de sensibilizar pela divulgação de boas ações, e mostrar que Portugal está no caminho de uma Economia Circular e Sustentável. Os projetos apresentados na edição de 2024 destacam-se pela sua inovação, impacto e compromisso com a sustentabilidade ambiental e social.

O projeto distinguido pela Vitrus Ambiente foi apreciado pelo júri a par de outros projetos finalistas como “Eco Compras” – Aliados Consulting; “Energia e Conforto para Todos” – Agência de Energia do Porto e “MyAqua” – Câmara Municipal de Castelo Branco.

Entre as várias categorias, passaram à “shortlist” projetos de empresas e instituições de referência como Câmara Municipal de Gondomar,  Lipor – Associação de Municípios para a Gestão Sustentável de Resíduos do Grande Porto, Câmara Municipal de Cascais,  ISEC Lisboa (Instituto Superior de Educação e Ciências), Associação Portuguesa de Educação Ambiental, Associação Rotaeco, Câmara Municipal de Mangualde, Associação das Indústrias de Madeira e Mobiliário de Portugal, Câmara Municipal de Melgaço e Quercus.

O projeto da entrega de lenha está assente na promoção de economia circular, através da distribuição de lenha pelas escolas básicas do concelho de Guimarães para aquecimento central dos edifícios. No último ano foram entregues 60 toneladas de lenha nas escolas que dispõem do sistema de caldeira a lenha para aquecimento central dos edifícios.

O processo de recolha, preparação e entrega da lenha é inteiramente assumido pelos serviços da VITRUS, rentabilizando os recursos disponíveis. Este processo teve início em 2016 e até ao momento foram entregues 16 mil sacos de lenha, que se traduz em cerca de 480 toneladas. A lenha resulta da limpeza de caminhos públicos ou a recolha de árvores caídas e troncos das podas.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES