Segunda-feira, Outubro 3, 2022
15.6 C
Braga
InícioRegiãoGuimarãesGuimarães recebe professores de piano de todo o mundo para reflexão sobre...

Guimarães recebe professores de piano de todo o mundo para reflexão sobre futuro

© CM Guimarães

O vereador da Cultura da Câmara de Guimarães, Paulo Lopes Silva, destacou a “transformação de Guimarães no plano cultural enquanto cidade que potencia a formação dos agentes culturais e está a afirmar-se no âmbito da criação, através de projetos que envolvem os artistas e criadores das diversas áreas como a música, artes visuais, artes plásticas ou artes performativas”. Esta ideia foi partilhada na sessão de abertura do 44ª Conferência Internacional da EPTA (European Piano Teachers Association) que reúne 150 participantes em representação de vários países.

A sessão de abertura decorreu esta quinta-feira, no Teatro Jordão, com as intervenções de Luís Pipa, Presidente da EPTA-Portugal, Anthony Williams e Nadia Lasserson, em representação da European Piano Teachers Association (EPTA).

A própria escolha do local para a realização deste evento internacional é simbólica, na medida em que os edifícios do Teatro Jordão e Garagem Avenida acolhem o projeto âncora da sustentabilidade do projeto cultural de Guimarães, através da Escola das Artes Performativas e Visuais, Escola de Teatro e Escola de Música, a partir das quais nasce próxima geração das artes.

Sob o lema “Ensino e Performance do Piano: Renovação Depois da Pandemia” (Piano Teaching and Performing: Renewal After the Pandemic), a organização espera cativar os participantes de todo o mundo para uma partilha e reflexão das metodologias de ensino e aprendizagem do piano, e das experiências pedagógicas e pianísticas durante o período de confinamento, nomeadamente com a imposição do ensino à distância e o interregno de todos os concertos; da necessidade e procura de novas tecnologias e ferramentas pedagógicas para o ensino e performance musical, de forma a colmatar a distância física; e, ainda, uma análise de como estas novas ferramentas se tornaram indispensáveis no ensino de piano atualmente.

O programa cultural e social também inclui um concerto com Mário Laginha e Camané, nos jardins do Museu Alberto Sampaio, um concerto da Orquestra de Guimarães sob a direção de Vítor Matos tendo como solista o pianista António Rosado, agendado para sexta-feira, às 21h30, no Centro Cultural Vila Flor.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS