Segunda-feira, Outubro 25, 2021
16.7 C
Braga
InícioRegiãoGuimarãesGuimarães realiza jornadas históricas para dar visibilidade às investigações sobre a época...

Guimarães realiza jornadas históricas para dar visibilidade às investigações sobre a época medieval

CM Guimarães

A segunda edição das Jornadas Históricas no âmbito do programa da “Afonsina 2021” decorreu este sábado, no Paço dos Duques de Bragança.

Na sessão de abertura, Adelina Pinto destacou a “valorização do processo” no envolvimento de outras instituições de Guimarães. “O nosso feriado é a 24 de Junho, comemorando a Batalha de São Mamede de 1128, e acreditamos que aqui dá-se o primeiro passo para a fundação do país. Queremos alargar o conhecimento desta data à população vimaranense sobre a história do 24 de junho de 1128 e alavancar o conhecimento, através da sensibilização da população, ao acrescentar novas camadas, para avançarmos para novos patamares e novos desafios”, realçou a vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Guimarães.

Estas jornadas ficaram marcadas por várias comunicações ao longo do dia, protagonizadas por Luís Carlos Amaral, Joana Gomes, Mariana Alves Pereira, Sofia Kinnon e Israel Sanmartin. O encerramento decorreu com uma mesa redonda com a participação da escritora Isabel Stilwell e o professor da Universidade do Minho, Arnaldo Sousa Melo, sob moderação do jornalista Samuel Silva.

Nesta sessão foi apresentada a revista Afonsina I, com as conclusões das primeiras Jornadas Históricas (2019). Antero Ferreira explicou que o objetivo destas jornadas visa a publicação das comunicações, reportando o tema em discussão. Na primeira edição o tema foi “Egas Moniz, O Aio” e agora debateu-se o papel de “A Mulher na Idade Média”

Esta edição contou ainda com o apoio da CIM do Ave, através do projeto PROVERE Minho Inovação. Marta Coutada esclareceu que este programa assenta numa “estratégia de eficiência coletiva em torno de um objetivo comum aos 24 Municípios do Minho” que passa por valorizar e potenciar os recursos endógenos do Minho e alavancar a região enquanto destino de excelência.

Para a concretização das Jornadas, além do Município de Guimarães, integraram a Comissão Organizadora Isabel Fernandes, diretora do Museu de Alberto Sampaio, Paço dos Duques de Bragança e Castelo de Guimarães, Paulo Vieira de Castro e Antero Ferreira, da Sociedade Martins Sarmento, Rui Vítor Costa, da Muralha e António Amaro das Neves, historiador.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS