Segunda-feira, Maio 16, 2022
17.7 C
Braga
InícioRegiãoGuimarãesGuimarães: Campeonatos Nacionais de Corta Mato Curto com mais de 600 participantes

Guimarães: Campeonatos Nacionais de Corta Mato Curto com mais de 600 participantes

© CM Guimarães

Guimarães vai receber a 21ª edição dos Campeonatos Nacionais de Corta-Mato Curto, no dia 19 de março. Estarão presentes neste evento desportivo os principais atletas portugueses da modalidade, a rondar os 600 participantes, em representação de mais de 70 clubes, no Parque de Lazer da Cidade Desportiva.

Trata-se do regresso de uma prova, depois de um ano de interregno devido à pandemia, à cidade de Guimarães e que será a montra do atletismo português. O vereador Desporto do Município de Guimarães, Nelson Felgueiras, evidenciou a disponibilidade demonstrada desde a primeira hora para organizar esta competição, uma vez que “segue a estratégia municipal dos objetivos para o desporto” ao atingir “uma escala nacional com a realização de grandes eventos”, no seguimento de outras componentes que estão a ser trabalhadas no desporto, como o fomento da atividade física em contexto informal, o apoio aos clubes para a prática da atividade numa vertente federada e a capacidade de organizar eventos a uma maior escala.

“A organização deste tipo de provas demonstra a qualidade das condições que temos para acolher, assim como a reconhecida capacidade para a organização. Estas provas são fundamentais numa lógica de afirmação do nosso território, enquanto espaço de expansão ao nível desportivo e uma montra de competições, numa lógica multinível com o contributo qua as autarquias podem e devem dar para o desporto nacional. Em Guimarães temos capacidade de ponto de vista das infraestruturas e somos muito procurados em modalidades diversas, sinal que temos condições para receber competições de grande escala”, apontou Nelson Felgueiras.

Por sua vez, o presidente da Federação Portuguesa de Atletismo, Jorge Vieira, elogiou as condições disponibilizadas pelo Município de Guimarães e vincou a importância da vertente do Corta-Mato Curto. “Ao nível do corta-mato, é uma vantagem a realização na zona norte onde existe uma maior concentração de atletas nesta disciplina e com maior nível competitivo. Esta prova já tem uma natureza própria, não só na preparação para o campeonato longo, mas também pelo seu nível técnico e de onde já saíram alguns medalhados olímpicos, como é o exemplo do Rui Silva”, referiu Jorge Vieira, na conferência de imprensa que decorreu esta quarta-feira.

Em representação da Associação de Atletismo de Braga, Manuel Pacheco destacou o “orgulho” por receber esta prova em Guimarães. “Esta prova já tem tradição em Portugal e já teve como vencedor alguns dos melhores atletas portugueses e cria sempre um grande entusiasmo, sendo uma prova muito concorrida e os clubes fazem questão de trazerem as suas principais equipas, com um interesse coletivo muito grande”, referiu.

O coordenador da competição, Paulo Bernardo, mostrou-se expetante ao nível da participação. “Temos expetativa na adesão dos atletas, em vários escalões, desde sub-18 até aos Veteranos, pois são cada vez mais os atletas a dedicarem-se às provas de fundo”, constatou.

O Campeonato é organizada pela Federação Portuguesa de Atletismo e a Associação de Atletismo de Braga, com o apoio da Câmara Municipal de Guimarães, com transmissão assegurada via streaming nos canais da Federação e na televisão por cabo.

Campeonatos Nacionais de Corta-Mato – Distância Curta

Na sequência da implementação pela IAAF (agora World Athletics) dos Campeonatos Mundiais de Distância Curta, Portugal iniciou a sua disputa no ano 2000 e, apesar da entidade máxima do atletismo ter abandonado o projeto, Portugal nunca o fez, dando espaço a um conjunto de atletas do meio-fundo curto de poderem competir em distâncias mais adequadas (4 km) à sua especialidade.

Ao longo das 21 edições já disputadas (em 2021, devido à pandemia, não se realizou), a prova já visitou o distrito de Braga em duas ocasiões, uma delas (2012) em Guimarães.

As equipas do Sporting (em masculinos) e SC Braga (em femininos) são as mais tituladas da competição, com oito triunfos, seguidas pelo Benfica (masculinos) e Sporting (femininos), ambos com sete títulos.

Individualmente, a grande figura destes campeonatos é o medalhado olímpico e pluricampeão Rui Silva, com 9 títulos individuais, em masculinos, e Anália Rosa, com 5 títulos femininos.

Entre os atletas atuais, destaque para Rui Pinto, com três vitórias entre 2015 e 2019, e para Mariana Machado, vencedora das três últimas edições consecutivas.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS