Sábado, Abril 13, 2024
18.4 C
Braga
BragaFarmácia do Hospital de Braga troca sacos plásticos por sacos de papel

Farmácia do Hospital de Braga troca sacos plásticos por sacos de papel

© Hospital de Braga

O Hospital de Braga implementou uma medida em prol da sustentabilidade ambiental, trocando os sacos plásticos utilizados na Farmácia de Ambulatório por sacos de papel. A intenção é que, num futuro próximo, sejam os utentes a levar o seu próprio saco.

A entrega dos medicamentos, que até 2022 eram entregues em sacos plásticos, na Farmácia de Ambulatório, representava um consumo anual de 40 mil unidades. “Os sacos de plástico estavam a ser utilizados na entrega de medicamentos aos utentes, tendo atingido, em 2021, um total de 400kg de plástico consumido, equivalente à quantidade de emissões de CO2 emitidas por uma viatura, numa viagem de 2460km”, explica Armanda Pereira, diretora do Serviço de Qualidade, Segurança e Epidemiologia da Unidade Local de Saúde de Braga.

A instituição de saúde avaliou a possibilidade de trocar os sacos de plástico utilizados na Farmácia de Ambulatório por uma alternativa com menor impacto ambiental.

Os Serviços Farmacêuticos da Unidade Local de Saúde de Braga deram início a uma campanha de sensibilização junto dos utentes, com a participação dos profissionais e através de suportes físicos na Farmácia de Ambulatório e no Hospital de Dia Oncológico, sensibilizando os utentes para, sempre que se deslocarem à Farmácia de Ambulatório, reutilizarem o saco entregue ou um saco próprio reutilizável.

O projeto iniciou-se em outubro de 2023 e “surtiu o efeito necessário junto dos utentes”, revela Isabel Marcos, diretora dos Serviços Farmacêuticos da Unidade Local de Saúde de Braga. A substituição dos sacos de plástico pelos sacos de papel iniciou-se no dia 16 de outubro e, nos primeiros três meses, foram consumidas 1000 unidades.

“Os Serviços Farmacêuticos têm vindo a desenvolver esforços no sentido de aliar a sustentabilidade ambiental às suas funções. Passo a passo, temos vindo a diminuir a nossa pegada ecológica em todas as áreas de ação da Farmácia”, sustenta Isabel Marcos.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES