Terça-feira, Maio 28, 2024
17.8 C
Braga
RegiãoVila Nova de FamalicãoFamalicão vai requalificar Escola Secundária em Joana com 21,3 milhões do PRR

Famalicão vai requalificar Escola Secundária em Joana com 21,3 milhões do PRR

Escola Secundária Padre Benjamim Salgado.

© CM Famalicão

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão viu aprovada a candidatura ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) para a requalificação e ampliação da Escola Secundária Padre Benjamim Salgado, em Joane, com um total de financiamento de 21,3 milhões de euros.

De acordo com o projeto de execução da obra, cujo investimento global ascende aos 22.7 milhões de euros, para além da intervenção nos edifícios existentes e da construção de novos espaços, está também prevista a remodelação dos arruamentos de acesso ao recinto escolar.

“Satisfeito” com as recentes notícias relativas a este processo, o presidente da autarquia, Mário Passos, fala numa intervenção “há muito reclamada e que faz justiça ao papel transformador que esta escola teve e continua a ter na vida da comunidade”.

“É um projeto que vai permitir que esta escola cresça, tornando-a mais moderna, inovadora, tecnológica e inclusiva e com todas as condições para fazer frente aos desafios de futuro”, referiu o edil, que na sexta-feira participou na cerimónia de assinatura dos contratos relativos às intervenções financiadas pelo PRR, ao abrigo do concurso “Programa de Recuperação/ Reabilitação de Escolas – Modernização dos estabelecimentos públicos de ensino do 2.º e 3.º ciclos e secundário”, na sede da CCDR Norte e que será presidida pelo Ministro Adjunto e da Coesão Territorial, Manuel Castro Almeida.

Construída no inicio dos anos 80, a Secundária Padre Benjamim Salgado é atualmente constituída por três blocos de ensino (A, B e C), um bloco desportivo e um bloco administrativo.

Nos blocos de ensino existentes serão feitas alterações nos espaços interiores, de forma a capacitar a escola de uma maior e mais variada oferta formativa. Será construído um edifício contíguo ao Bloco C, denominado por Oficina Didática. Comum aos três blocos serão ainda feitas alterações de forma a permitir a interligação com um novo bloco de ensino (D) e a substituição da cobertura existente.

No Bloco Administrativo a intervenção será de maior profundidade, estando prevista a construção de um novo auditório, uma nova biblioteca e a remodelação e reorganização dos espaços existentes de forma a adaptar o edifício à nova realidade da escola. Para além destes novos espaços, a zona do polivalente, cozinha e refeitório será também reorganizada.

O Bloco Desportivo existente será mantido, mas adaptado a um novo bloco contíguo que será composto, sobretudo, por balneários, ginásio e salas de apoio.

O aumento do desempenho energético do edifício e uma intervenção sustentável foram, de acordo com a memória descritiva, os principais fatores tidos em conta no desenvolvimento do projeto.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES