Domingo, Maio 26, 2024
14.6 C
Braga
RegiãoVila Nova de FamalicãoFamalicão quer plantar 60 mil árvores até 2030

Famalicão quer plantar 60 mil árvores até 2030

© CM Famalicão

A reflorestação do concelho de Vila Nova de Famalicão tem um novo número: 60 mil árvores. A nova meta ambiental da Câmara Municipal para 2030 foi anunciada no sábado, no último dia da Semana do Ambiente, que ficou marcado pela assinatura de um protocolo de cooperação entre a autarquia e a associação ambiental local H2Ave para uma gestão e promoção mais sustentável do arvoredo municipal.

O presidente da autarquia explicou que o desafio atual das 30 mil árvores “será atingido ainda no decorrer deste ano” e que é chegada a altura de toda a comunidade famalicense abraçar uma nova meta. “Os famalicenses já demonstraram, por diversas ocasiões, que estão alinhados com esta nossa preocupação. Eles são os principais responsáveis pelo sucesso dos anteriores projetos e continuamos a contar com todos na construção de um território mais verde e sustentável”, disse Mário Passos, elencando ainda um conjunto de projetos urbanísticos que vão contribuir para esta nova meta, como é o caso do parque verde urbano do Pelhe, no lugar dos Queimados, e a expansão para Norte do Parque de Sinçães.

Sobre o protocolo estabelecido no passado sábado com a H2Ave – Associação Movimento Cívico para a Dinamização e Valorização do Vale do Ave, o autarca reiterou a ideia de que os atuais desafios climáticos “obrigam à atuação de todos”, mostrando-se “muito satisfeito” com a disponibilidade demonstrada pela associação famalicense para colaborar com o município neste processo, nomeadamente, em matéria de arborização.

A assinatura do documento decorreu na Escola Básica de Pedome, com a presença do vereador do Ambiente, Hélder Pereira, e do presidente da H2Ave, Aurélio Costa.

A H2Ave compromete-se a colaborar com o município, através do acompanhamento e monitorização de operações de gestão, substituição e plantação de árvores, integradas nos ecossistemas urbanos, rurais e ripícolas do concelho, nomeadamente no acompanhamento de pareceres técnico-científicos desenvolvidos nas áreas de arboricultura, avaliação de risco, inventário e silvicultura urbana desenvolvidos pelo município ou por entidades creditadas para esse fim. Compromete-se ainda a propor, promover e divulgar programas e ações de capacitação à população no âmbito do valor das árvores, das suas funções, gestão sustentável e serviços ecossistémicos prestados e a propor a arborização de espaços e áreas ao abrigo dos projetos ambientais municipais.

Por sua vez, o município compromete-se, entre outras, a apoiar ações e atividades da H2Ave, no âmbito dos seus projetos e atividades ambientais e de arborização, nomeadamente com o fornecimento de exemplares arbóreos e arbustivos e outros materiais e a promover, em parceria com a H2Ave, ações de arborização e promoção de projetos de arborização no concelho.

A H2Ave tem como objetivo a promoção ambiental, a dinamização e valorização de toda a zona envolvente do Rio Ave, assegurando uma cuidada harmonia entre o meio-ambiente, as populações e o seu desenvolvimento socioeconómico.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES